Museu do Banco Central inaugura exposição; confira imagens

Agência Brasil 13.09.2012 - 21h55 | Atualizado em 14.09.2012 - 18h24

Brasília – A exposição  Museu de Valores 40 Anos , aberta hoje (13) em comemoração aos 40 anos do Museu do Banco Central, apresenta uma retrospectiva de suas principais atividades desenvolvidas desde que foi inaugurado em 1972.

As pessoas poderão ver peças raras e importantes de seu acervo. Algumas nunca foram expostas ao público. Entre elas, pinturas de renomados artistas do modernismo brasileiro como Cândido Portinari, Emiliano Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral entre outros.

O visitante poderá conhecer ainda painéis do cartunista Millôr Fernandes e desenhos de Ziraldo. Entre as raridades que serão exibidas, estão a única moeda denominada Patacão, a maior pepita de ouro em exibição no mundo (60quilos) e duas das 16 peças existentes que marcam a coroação de dom Pedro I.

Para o diretor de Assuntos Especiais do BC, Luiz Edson Feltrin, a entidade monetária também se preocupa com a questão cultural. “É a oportunidade que temos de falar com a sociedade e fazer educação financeira”, disse.

As visitas podem ser feitas de terça a sexta-feira, das 10h às 17h30. Nos sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h. O acesso é gratuito. Só é exigido a apresentação de documento de identidade com foto. O museu funciona no prédio-sede do BC em Brasília.

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0