Digite sua busca e aperte enter


Capital gaúcha tem mais de 1 milhão de eleitores

Imagem:

Compartilhar:

Em Porto Alegre, sete candidatos disputam o voto de 1 milhão de eleitores

Criado em 06/10/12 15h42 e atualizado em 05/01/15 11h06
Por Sabrina Craide Edição:Lílian Beraldo Fonte:Agência Brasil

 

Porto Alegre
Capital gaúcha tem mais de 1 milhão de eleitores (Alexandre Pereira/Creative Commons)

Porto Alegre - Os eleitores da capital gaúcha se preparam para ir às urnas amanhã (7). Os 1.076.263 eleitores aptos a votar neste domingo poderão escolher entre sete candidatos para ocupar o cargo de prefeito.

Pela coligação Por Amor a Porto Alegre (DEM, PDT, PMDB, PMN, PP, PPS, PRB, PTB, PTN), concorre à reeleição o atual prefeito, José Fortunati (PDT), 56 anos. Eleito em 2008 como vice-prefeito da capital, Fortunati está à frente do Executivo local desde 2010, quando o então prefeito, José Fogaça, renunciou para concorrer ao governo do estado. Antes disso, Fortunati já tinha sido vice-prefeito em 1997, na chapa de Raul Pont (PT).

Durante a campanha, ele reforçou as realizações de seu mandato e propôs a continuidade das ações, inclusive com a manutenção do orçamento participativo, iniciativa implantada na primeira administração do PT na capital gaúcha, em 1989. Ele também prometeu a duplicação de avenidas, o aumento das linhas de metrô, o videomonitoramento de escolas e o cercamento eletrônico de parques.

Já a deputada federal licenciada Manuela D’Ávila (PCdoB), 31 anos, propõe mudança, inovação e igualdade. Entre as propostas da candidata estão oferecer tablets para alunos e professores da rede municipal, aumentar o número de ciclovias, informatizar o sistema de saúde e criar o gabinete digital para comunicação com a população.  

Manuela está em seu segundo mandato como deputada federal. Ela foi eleita a vereadora mais jovem de Porto Alegre e a deputada federal mais jovem do estado. Manuela já concorreu à prefeitura de Porto Alegre em 2008, quando ficou em terceiro lugar. No pleito de amanhã, ela concorre pela coligação Juntos por Porto Alegre (PCdoB, PHS, PSB, PSC, PSD).

O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) na disputa pela prefeitura de Porto Alegre é Adão Villaverde, 54 anos, que está em seu terceiro mandato como deputado federal. Sua campanha critica a administração atual e lembra os feitos das administrações anteriores do PT, que comandou a prefeitura da capital gaúcha entre 1989 e 2005.

Villaverde também lembra em sua campanha ações dos governos federal e estadual, ambos administrados pelo PT. A coligação de Villaverde é a Frente Popular - Governo de Verdade, formada pelos partidos PPL, PR, PRTB, PT, PT do B, PTC, PV.

Outros candidatos que disputam a prefeitura de Porto Alegre são Érico Corrêa (PSTU), Jocelim Azambuja (PSL), Roberto Robaina (PSOL) e Wambert di Lorenzo (PSDB).

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 575 candidatos estão aptos a disputar as 36 cadeiras da Câmara Municipal da capital gaúcha.

No Rio Grande do Sul, além da capital, as cidades de Caxias do Sul, Pelotas e Canoas podem ter segundo turno, que é realizado nas cidades com mais de 200 mil eleitores sempre que nenhum candidato obtém mais da metade dos votos válidos.

 

Edição: Lílian Beraldo

Creative Commons - CC BY 3.0

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Deixe seu comentário

Publicidade