Digite sua busca e aperte enter


Estudantes cariocas aprendem sobre cinema

Imagem:

Compartilhar:

Projeto revela cineastas entre alunos da rede municipal do Rio

Criado em 25/11/12 15h36 e atualizado em 07/07/16 14h59
Por Paulo Virgilio Edição:Graça Adjuto Fonte:Agência Brasil

Projeto revela cineastas entre alunos da rede municipal do Rio
Estudantes cariocas aprendem sobre cinema (http://www.facebook.com/imagensemmovimento)

Rio de Janeiro - Um projeto educativo e cultural inédito no Brasil transformou, ao longo de um ano, alunos de seis escolas municipais do Rio em pequenos cineastas. Durante esse período, eles tiveram aulas com profissionais de cinema e aprenderam cada uma das etapas de produção de um filme, do roteiro à edição. O resultado da experiência será exibido ao público terça e quarta-feira (27 e 28), no Espaço Itaú de Cinema, em Botafogo, na zona sul da capital.

Contemplado pelo programa Petrobras Cultural em 2010, o projeto Imagens em Movimento é o primeiro braço fora da Europa do programa pedagógico Cinema, 100 Anos de Juventude, idealizado pelo cineasta francês Alain Bergara com o objetivo de introduzir o ensino do cinema nas escolas, como disciplina optativa. Atualmente, seis países integram o programa, por meio de uma rede internacional coordenada pela Cinemateca Francesa.

Coordenado no Brasil pela professora Ana Dillon, que fez mestrado em cinema na Universidade Sorbonne Nouvelle, em Paris, sob a orientação de Bergara, o projeto tem como foco principal promover uma experiência dos estudantes com a arte, desenvolver o senso crítico e o potencial criativo, além de garantir o direito à cultura.
"Aprendemos muito com os alunos”, diz Ana Dillon. “Eles são movidos a criatividade, sem perceber isso”, constata.

Segundo a professora, nos 14 curtas da mostra, as narrativas ficcionais se misturam com eventos imprevistos, resultantes do acaso e da manifestação das pessoas. “Os alunos saíram em busca de locais e situações no Rio de Janeiro que despertassem seu interesse”, explica.

Quatro dos filmes a serem exibidos nos dias 27 e 28 no Espaço Itaú, das 9h às 12h30, já tiveram uma première em junho, em Paris, em uma sessão especial da Cinemateca Francesa, presidida pelo cineasta Costa-Gravas. Quatro estudantes cariocas estiveram presentes.

As escolas municipais beneficiadas pelo projeto em 2012 foram Lindolpho Collor, em Rio das Pedras; Presidente Medici, em Bangu, e Presidente Roosevelt, em Realengo, todas na zona oeste da cidade. No centro, o projeto Imagens em Movimento foi implantado na Escola Orlando Villas-Boas, no bairro de Fátima, e na zona sul, nas escolas Almirante Tamandaré, no Vidigal, e Camilo Castelo Branco, no Horto.

Para 2013, os responsáveis pelo projeto estão programando a realização, no Rio de Janeiro, de um festival internacional de cinema estudantil. Outra novidade é a exibição dos filmes feitos pelos jovens antes das sessões de longas-metragens em cartaz no circuito nacional, a convite de uma rede de salas do país. O projeto também pretende investir na capacitação de professores da rede pública para o ensino das técnicas cinematográficas.

Edição: Graça Adjuto

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade