Digite sua busca e aperte enter


Dom Pedro Casaldaliga é conhecido pelo trabalho em comunidades indígenas na região de São Félix do Araguaia (MT)

Imagem:

Compartilhar:

Bispos que defendem índios recebem Prêmio Direitos Humanos

Criado em 16/12/12 13h46 e atualizado em 16/12/12 14h55
Por Mariana Jungmann Edição:Fernando Fraga Fonte:Agência Brasil

Dom Pedro Casaldaliga
Dom Pedro Casaldaliga já recebeu diversas ameaças de morte por atuar em defesa dos índios de São Félix do Araguaia/MT (Foto:Comissão Pastoral da Terra)

Brasília - A Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) vai entregar amanhã (17) o Prêmio Direitos Humanos a pessoas e entidades que tenham trabalho relacionado a causa em todo o país, entre elas, os bispos Dom Pedro Casaldaliga e Dom Tomás Balduíno.

Serão premiados trabalhos em diversas categorias, como assistência a pessoas em situação de rua e a crianças e adolescentes, erradicação do trabalho escravo, enfrentamento à violência e à tortura, entre outros.

Casaldaliga, que tem 84 anos e sofre de Mal de Parkinson, é conhecido pelo trabalho em comunidades indígenas na região de São Félix do Araguaia (MT). Ele já recebeu diversas ameaças de morte por atuar em defesa dos índios da região e teve que ser retirado de sua casa para local desconhecido depois que uma decisão judicial a favor dos índios Xavante tornou o clima mais tenso no município matogrossense.

Dom Tomás Balduíno também será homenageado por sua atuação pelos direitos indígenas. É fundador do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e atualmente é bispo emérito de Goiás, onde continua o trabalho com os índios. Dom Tomás também é conselheiro da Comissão Pastoral da Terra.

As homenagens e os prêmios serão entregues no Itamaraty, em Brasília. A solenidade contará com a presença da ministra da SDH, Maria do Rosário. O Prêmio Direito Humanos está na 18ª edição.

Edição: Fernando Fraga

 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário

Publicidade