Digite sua busca e aperte enter


Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Compartilhar:

STF mantém quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente da CBF

Criado em 28/08/15 19h07 e atualizado em 28/08/15 19h45
Por Andre Richter Fonte:

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu hoje (28) manter decisão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Futebol que determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero.

A quebra dos sigilos foi aprovada pela CPI no dia 20 de agosto, a partir de um requerimento de autoria do presidente da comissão, senador Romário (PSB-RJ).

A defesa de Del Nero entrou com um recurso para impedir a quebra dos sigilos do presidente da CBF na quarta-feira (26).

A CPI tem 180 dias para investigar possíveis irregularidades em contratos de partidas da seleção brasileira de futebol, de campeonatos organizados pela CBF, assim como da Copa das Confederações em 2013 e da Copa do Mundo de 2014.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário