Digite sua busca e aperte enter


Ato contra aumento da Tarifa na Praça Montevideu, em frente a Prefeitura de Porto Alegre no dia 27/03/2013

Imagem:

Compartilhar:

Com passagem de ônibus mais cara do país, SP será alvo de protestos nesta quinta

Criado em 05/06/13 19h10 e atualizado em 06/06/13 08h13
Por Leandro Melito - Portal EBC

Brasília - Uma das capitais que terão protestos contra o aumento da passagem nesta quinta-feira, São Paulo tem a passagem de ônibus mais cara do país. Após o reajuste que entrou em vigor neste domingo (2), o ônibus municipal passou a custar R$ 3,20 na capital paulista.

Em 2011, quando a passagem sofreu aumento de R$ 2,70 para R$ 3,00, o Movimento Passe Livre (MPL) realizou uma série de manifestações na região central da cidade. Caio Martins, militante do MPL considera que este ano a mobilização começa em um novo patamar. “Estão acontecendo atos em vários lugares da cidade e há um acúmulo no debate sobre a questão, hoje muito mais gente enxerga o problema como um todo, não luta apenas contra o aumento, mas por um transporte público”, ressalta.

No último mês os integrantes do MPL se concentraram em fortalecer a organização dos atos nos bairros. No início da semana, foram realizadas manifestações em Pirituba (Zona Oeste), Mboi Mirim (Zona Sul)  e no Parque  Dom Pedro (Centro).

Inspiração

No início do ano, o MPL esteve presente nos protestos realizados em cidades da região metropolitana de São Paulo que anunciaram aumento da passagem como Mauá, Santo André,  Taboão da Serra e São Bernardo.

Em Taboão da Serra, após a mobilização o prefeito revogou o aumento anunciado. “Esse é um fator de inspiração. Se a gente conseguiu reverter o aumento em Taboão, consegue em São Paulo também. O determinante é que haja uma população organizada pressionando o poder público”, acredita.

Apoio

Martins ressalta este ano o movimento, composto por uma maioria de estudantes, terá apoio de outros movimentos, como as organizações que lutam por moradia.

“A pauta é a mesma. Essa cidade é desenhada pelos interesses do mercado imobiliário e esse desenho também passa pelo traçado das linhas de transporte que definem as áreas mais valorizadas. A lógica do lucro no transporte é também a lógica do capital imobiliário”, considera.

A pauta também tem adesão de organizações de bairro e do Sindicato dos Metroviários do Estado de São Paulo, que se colocou contra o aumento da passagem do transporte na última assembleia da categoria realizada nesta terça-feira (3).

Confira o aumento das passagens em São Paulo de 1994 a 2013

Variação do preço do ônibus em São Paulo (1994 - 2013) | Create infographics

 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário