Digite sua busca e aperte enter


Base na confluência dos Rios Ituí e Itacoaí, no Vale do Javari, Amazonas.

Imagem:

Compartilhar:

Rios da Cidadania: atendimento a saúde feito por meio de barcos

Criado em 13/08/13 18h00 e atualizado em 13/08/13 18h58
Por Ana Lúcia Caldas e Juliana Russomano Fonte:Radiojornalismo EBC

Há quase 30 anos um médico formado pela Universidade Federal Fluminense, no Rio de Janeiro, foi trabalhar em Santarém, no Pará. Quando chegou, o médico Eugênio Scannavino encontrou uma realidade muito distinta da que estava acostumado: pessoas que nunca tinham visto um médico e crianças morrendo de diarreia todos os dias, sem nenhum tipo de assistência médica.

Ouça a reportagem completa:

Creative Commons - CC BY 3.0 -

Nesta época nasceu nele um sonho: um barco-hospital que levasse saúde às comunidades mais distantes. Muito trabalho e 22 anos depois, em 2006, começava a navegar o barco Abaré, que na linguagem local significa “amigo cuidador”. Por quatro anos o barco funcionou sob a coordenação da ONG Saúde e Alegria. A gestora ambiental da instituição, Elis Lucien, explica que a iniciativa deu início ao Projeto de Unidade Fluvial de Saúde da Família, do Ministério da Saúde, que hoje conta com outros barcos parecidos com o Abaré que levam atendimento médico às populações ribeirinhas.

Leia também:

- Rios da Cidadania: a vida dos ribeirinhos e o acesso aos direitos humanos

Atualmente, o Abaré atende a 34 comunidades da área do rio Tapajós. A unidade flutuante do Programa Saúde da Família conta com uma equipe de 15 profissionais entre eles médicos, dentistas, enfermeiros, agentes de endemias e técnicos de saúde. As viagens são feitas todo mês, de acordo com o cronograma da Secretaria de Saúde de Santarém. A última viagem do Abaré foi de primeiro a onze de julho e atendeu a mais de setecentas pessoas. Os procedimentos mais comuns são as consultas médicas e odontológicas, pré-natal e os exames laboratoriais.

O barco-hospital não é o único a navegar levando atendimento aos ribeirinhos. Existe também o barco-agência, que leva às populações os serviços mais comuns de uma agência bancária. O barco-agência, batizado de Chico Mendes, é da Caixa Econômica Federal e desde janeiro de 2011 navega pelo rio Solimões atendendo a mais de trezentas e quinze mil pessoas em onze municípios.

As navegações do Chico Mendes são mensais.De janeiro de 2011 a junho deste ano foram feitas 28 viagens. Entre os serviços que o barco-agência oferecem estão: a abertura de conta-corrente e de poupança; atendimentos relacionados a PIS, FGTS, Benefício Social e seguro-desemprego; e empréstimos.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário