Digite sua busca e aperte enter


Os cartazes lembravam algumas das reivindicações dos homossexuais no país, entre eles o direito de travestis e transexuais usarem o nome social em documentos.

Imagem:

Compartilhar:

Dia da Visibilidade de Travestis e Transexuais é comemorado nesta quarta, 29 de janeiro

Criado em 28/01/14 19h50 e atualizado em 29/01/14 08h11
Por Portal EBC*

Transexuais na Parada Gay em Paris
Nesta quarta-feira, 29, o Brasil comemora o Dia da Visibilidade de Travestis e Transexuais. (Kenji-Baptiste Oikawa/Wikimedia Commons)

Nesta quarta-feira, 29, o Brasil comemora o Dia da Visibilidade de Travestis e Transexuais. A comemoração marca a luta pelos direitos humanos e o repeito à identidade de gênero. A data foi criada pelo Ministério da Saúde (MS) em 2004 junto ao movimento brasileiro de travestis e transexuais.

Na época, o MS lançou a  a campanha “Travesti e Respeito” para sensibilizar profissionais de saúde e motivar travestis e transsexuais ao exercício da cidadania.

Violações de direitos

Dados levantados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) revelam o alto número de violência contra travestis e transexuais. Somente no ano de 2011 foram registradas 6.809 denúncias de violações de direitos humanos da população LGBT. Em 2012, 86 travestis foram assassinadas com requintes de crueldade.

Outro fator que preocupa o Pnud e os movimentos LGBT é a escolaridade de travestis e transexuais. Muitas vezes, devido ao preconceito, não concluem o ensino fundamental por não ter reconhecido o seu nome social e pelas  humilhações que são submetidas. Dessa forma, o Dia pretende reforçar o respeito à identidade de gênero. Em diferentes cidades do país acontecem diferentes atividades em comemoração.

Em Porto Alegre, por exemplo, as atividades já começaram desde segunda-feira (27) para marcar a Semana da Visibilidade Trans.  Ao todo, serão três dias de eventos, iniciativas e inauguração de uma exposição fotográfica.

Leia outras notícias no Canal de Cidadania

*com informações da SDH

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário