Digite sua busca e aperte enter


Desigualdade entre gêneros no mercado de trabalho

Imagem:

Compartilhar:

Aumenta o número de mulheres no mercado de trabalho

Criado em 04/05/15 10h16 e atualizado em 07/07/16 14h52
Por Rejane Limaverde Fonte:Rádios EBC

Nos últimos 2 anos houve um aumento expressivo de mulheres no mercado em relação aos homens, só que uma desvantagem permanece, as mulheres ganham 27% menos que os homens. De acordo com a master coach, Andrea Deiss, hoje as mulheres representam 58,5% do mercado enquanto os homens ocupam 41,5% mas infelizmente só ocupam 2,6%  dos altos cargos de gestão.  "O avanço foi em relação à inserção dela no mercado, mas não se dá o crédito e o mérito por toda eficiência da mulher em buscar aperfeiçoamento, cultura e competência para se desenvolver, além de não se mensurar isso em remuneração", avalia.

Creative Commons - CC BY 3.0 - Aumenta o número de mulheres no mercado de trabalho

A coach diz que, em geral, para ocupar seu espaço, a mulher precisa de características muito parecidas com a do homem. "Ela tem que se posicionar no mercado, porque o primeiro que se inferiorza perante o homem é a mulher", recomenda.

E complementa: "ela tem a emoção mais aguçada, mais envolvente, e quando fica estressada é porque está de TPM, ela é tida ainda como sexo frágil, já o homem não. Mas o mercado enxerga que a mulher tem tantas tarefas que ela não conseguirá priorizar o que ela faz na empresa, porque tem filhos, tem casa e outras funções, que ainda culturalmente se diz que é da mulher".

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário