Artista cria esculturas com sucatas eletrônicas

Elvira O. Luz Maciel - Conteúdo colaborativo 24.09.2012 - 09h05 | Atualizado em 24.09.2012 - 11h23

Armando Olive se utiliza de lixo eletrônico para criar esculturas

Armando Olive se utiliza de lixo eletrônico para criar esculturas (Divulgação)

O leitor de HD descartado se transformou na cabeça de um pássaro, o antigo CD player virou o corpo de uma enorme aranha e a máquina fotográfica quebrada agora é um robô. Com muita criatividade, o cearense Armando Olive consegue transformar materiais que ficariam sem utilidade por anos a fio em verdadeiras obras de arte.

Armando trabalha com manutenção de computadores e como sobra bastante sucata, há cerca de cinco anos decidiu usar toda a sucata tecnológica que seria descartada na fabricação de objetos artísticos. A familiaridade com as peças ajudou na concepção e na construção de cada escultura. Objetos como HDs, placas-mãe, memórias de computador, processadores, entre muitos outros, viraram matéria prima para uma série de criações.
O primeiro trabalho foi um boneco que chamou de "Surfista Tech", feito a partir de uma webcam (uma antiga máquina fotográfica) e a chapa de um ferro elétrico. Aos poucos, a coleção foi aumentando, e hoje inclui aranhas, caranguejos, pássaros e motocicletas, todos construídos com peças provenientes de equipamentos eletrônicos quebrados ou descartados.

No processo de fabricação, Armando utiliza apenas colas e soldas para fixar e algumas ferramentas para separar as peças, mas não modifica o formato original de nenhuma delas. "Se mudar, tira a essência da coisa", ressalta. Cada obra demora cerca de um dia para ficar pronta e é concebida inteiramente na imaginação do artista, que não faz uso de nenhum tipo de rascunho, desenho ou projeto.

Sucata reaproveitada

Além de constituírem uma fonte de renda, as criações são, para Armando, uma forma de reciclar materiais que ficariam inutilizados por muitos anos. O artista conta que, em suas mãos, a sucata tecnológica é 100% reaproveitada. Até mesmo equipamentos grandes, como máquinas fotocopiadoras e computadores antigos, são reaproveitados. "É muito importante, porque a maioria dessas coisas vai pro lixo”.

Agora, o plano de Armando é fazer com que seu trabalho seja conhecido por mais pessoas. Para isso, o artista organiza uma exposição de suas obras.

Mais informações

O artista cearense Armando Olive cataloga sua coleção de esculturas em seu: www.armandoolive.blogspot.com

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0