Ziraldo é submetido a cateterismo na Alemanha

Alex Rodrigues - Agência Brasil 11.10.2013 - 13h16 | Atualizado em 11.10.2013 - 13h40

Bienal do Livro (Tomaz Silva/ABr)

Brasília – O cartunista e escritor Ziraldo, 81 anos, foi submetido hoje (11) a um cateterismo em Frankfurt, na Alemanha, onde participava de uma das mais importantes feiras do livro do mundo. Ziraldo está internado desde ontem (10), quando passou mal e teve que ser hospitalizado.

Leia também: Ziraldo passa mal e é hospitalizado em Frankfurt

Segundo Breno Lerner, representante da Editora Melhoramentos, que publica parte da obra de Ziraldo, o criador de personagens como O Menino Maluquinho passa bem e a previsão é que ele seja liberado amanhã (12). Ainda de acordo com Lerner, que está em Frankfurt e visitou o cartunista após o procedimento cirúrgico, foram colocados dois stents em Ziraldo.

Os stents são pequenos tubos feitos de malha de metal, instalados em artérias comprometidas de forma a mantê-las abertas, garantindo o livre fluxo de sangue. O procedimento cirúrgico, segundo Lerner, durou cerca de dez minutos. Ao receber a visita de seu editor, Ziraldo fez brincadeiras sobre a qualidade da comida do hospital. A mulher e uma das filhas do cartunista mineiro estão ao seu lado.

Ziraldo passou mal logo após chegar à Feira de Frankfurt, onde participaria de uma palestra ao lado do cartunista Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica. O debate foi cancelado e Ziraldo recebeu os primeiros socorros no próprio posto médico da feira, sendo levado em seguida para o hospital.  

A feira literária começou terça-feira (8), segue até domingo (13) e contou com a participação do vice-presidente da República, Michel Temer, e da ministra da Cultura, Marta Suplicy, na cerimônia de abertura, quando foi inaugurado o Pavilhão Brasileiro, um espaço de 2,5 mil metros quadrados.

Uma delegação de cerca de 70 autores convidados pelo governo brasileiro representa o país no evento, que é realizado anualmente e, este ano, homenageia o Brasil. Segundo o Ministério da Cultura (MinC), o país pretende aproveitar a oportunidade para apresentar e reafirmar o brasileiro como um povo que devora as influências externas para recriá-las. A expectativa dos organizadores do evento, segundo o MinC, é que mais de 300 mil pessoas e 10 mil jornalistas visitem a feira.

Edição: Graça Adjuto

 

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0

TAGs relacionadas