Digite sua busca e aperte enter


Imagem:

Compartilhar:

Festival Anima Mundi termina no Rio e segue para São Paulo

Criado em 16/07/15 14h41 e atualizado em 07/07/16 14h20
Por Flávia Villela Edição:Stênio Ribeiro Fonte:Agência Brasil

Terminada a 23ª edição do festival de animação Anima Mundi, no Rio de Janeiro, a equipe segue hoje (16) para São Paulo, onde se apresentará pela 15ª vez. A estimativa dos organizadores é que mais de 100 mil pessoas participaram do evento no Rio, nos seis dias de festa. Esta será a primeira vez que a edição paulista – na Cinemateca Brasileira e no Cine Caixa Belas Artes – terá a mesma versão exibida no Rio, de forma completa. Lá também haverá a entrega dos prêmios de júri popular, com os votos paulistas e a entrega do Prêmio Publicidade Animada – novidade deste ano.

O anúncio dos prêmios de júri profissional e do júri popular do Rio de Janeiro ocorreu na cerimônia de encerramento do festival, na noite de ontem (15). O filme britânico Shaun, o Carneiro, de Mark Burton e Richard Sarzack, foi eleito o melhor longa-metragem. O prêmio de melhor curta ficou com o norte-americano Animator vs. Animation IV, de Alan Becker. O grande prêmio de curta-metragem foi para Dissonance, do alemão Till Nowak; o melhor curta infantil ficou com O Presente, de Jacob Frey, da Alemanha; e o melhor curta brasileiro foi Até a China, de Marão.

Foram mais de 450 animações, além de palestras, workshops, oficinas, mostras e retrospectivas especiais, entre outras atrações. A novidade deste ano foi a mudança de local do festival, que saiu do Centro Cultural do Banco do Brasil, no contro da cidade, e foi para a imponente Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, zona oeste.

O prêmio Melhor Direção de Arte foi para o filme brasileiro Castillo y el Armado, de Pedro Harres, que também ganhou o Prêmio Canal Brasil de Curtas. Mese (conto), de Attila Bertóti, da Hungria, ganhou o prêmio Melhor Roteiro; e o russo We Cant Live Without Cosmos, de Konstantin Bronzit, ficou com o prêmio Melhor Técnica de Animação.

Editor Stênio Ribeiro

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade