Digite sua busca e aperte enter


Pandeiro

Imagem:

Compartilhar:

Dia do samba: não deixe o samba morrer

Criado em 01/12/15 20h52 e atualizado em 07/12/15 12h34
Por Portal EBC

“Deixo ao sambista mais novo o meu pedido final: não deixe o samba morrer”. O clássico de Edson Conceição e Aluísio que ficou eternizado na voz da cantora Alcione traz um sambista que “entrega o seu anel de bamba” a quem o mereça usar. A partir dessa imagem, perguntamos a grandes nomes do samba brasileiro quem são os artistas da nova geração que mantêm o samba vivo. 

Zeca Pagodinho não conseguiu escolher nenhum nome, mas justificou o porquê: “Tem muita gente boa por aí”. Nelson Sargento, sambista da Velha Guarda da Mangueira, concorda e é categórico: “No nosso país, em todas as esquinas têm um grande compositor, o importante é achá-los”. Monarco, da Velha Guarda da Portela, também se mostrou confiante com o futuro do samba: “acho que estamos seguros com esta nova geração. Quando a gente chegou, a velha geração nos ajudou. Agora é a vez de a gente ajudar eles”.

Clique nas fotos a seguir e confira quem são os novos sambistas que “não deixam o samba acabar”:

Monarco

 

É difícil dizer porque tem uma garotada muito boa e eu não quero ser injusto. Tem um menino que eu gosto dele, o Mosquito, ele me lembra o Zeca (Pagodinho) quando chegou. Com aquele jeito e malandragem de cantar.

Agora de compositores eu gosto do Wanderlei Monteiro; João Martins, que é filho do Anderson Martins; o Juninho Thybau, que é do quintal do Zeca; e puxando a sardinha para o meu lado, tem o Marquinhos Diniz, que tem o meu sangue na veia.

Monarco

Ouça a entrevista de Tunica da Vila ao programa Alô Daisy, da Rádio Nacional do Rio de Janeiro

 

Martinho da Vila

 

Meu anel de bamba eu passo para o Tunico da Vila, que é bom compositor. Também admiro Pedro Luiz, do Monobloco, que é um grupo muito bom.

Martinho da Vila
 

Elza Soares

 

Indico o JP Silva. Ele é meu afilhado. É claro que ele é bom! Se não tocasse e cantasse bem não estava comigo, não!

Elza Soares
 

Beth Carvalho

 

Eu passaria meu anel de bamba para a Lu Carvalho. Ela ama e tem uma vivência com o samba, canta bem, gosta do que faz e, além de tudo, é compositora.

Beth Carvalho

Ouça a entrevista de Lu Carvalho ao programa Armazém Cultural, da Rádio MEC AM Conheça o som de Lu Carvalho no programa Estúdio Móvel, da TV Brasil Diogo Nogueira recebe Lu Carvalho no Samba na Gamboa

 

Nei Lopes

 

Entre os jovens artistas do samba que admiro, pelo talento e pelo compromisso, cito, principalmente, em ordem alfabética, Ana Costa, Diogo Nogueira, Luiza Dionísio, Moyséis Marques, Pedro Miranda e Pretinho da Serrinha.

Nei Lopes

Ouça a entrevista de Ana Costa ao programa Armazém Cultural, da Rádio MEC AM Conheça o som de Ana Costa no programa Estúdio Móvel, da TV Brasil

 

Nelson Sargento

 

Eu indico um menino de 28 anos, o Tomaz Miranda. Ele tem muitas qualidades: é cantor, cavaquinista e arranjador. Ele é tudo isso com 28 anos. Eu o conheci no musical da Beth Carvalho, "Andança". Com ele, o Brasil está bem representado.

Nelson Sargento

Ouça o programa Garimpo entrevista o músico Tomaz Miranda

 

Leci Brandao

 

Indico o Xande de Pilares. Ele é músico, compositor, campeão de samba enredo, é versador. Por essas razões, ele é completo. Há muitos talentos por aí, mas o problema é que nem todos aparecem na grande mídia. Mas quando você vai para as comunidades de samba, nas rodas de samba da vida, nos subúrbios, sempre tem alguém e muito autor bom.

Leci Brandao

Xande de Pilares é convidado de Diogo Nogueira no Samba na Gamboa

 

Moacyr Luz

 

Entre os muitos jovens sambistas em que aposto, um deles é o Álvaro Santos. Ele é novo, tem vinte e poucos anos e está com uma carreira atraente. Seu disco vem com tudo, é produzido pelo Pretinho da Serrinha. O Álvaro tem um estilo próprio, coisa que é muito difícil de encontrar.

Moacyr Luz

Ouça a entrevista de Tunica da Vila ao programa Alô Daisy, da Rádio Nacional do Rio de Janeiro

 

Tantinho da Mangueira

 

Eu indico o Serginho Procópio, da Portela. Ele canta bem, toca bem e é um bom partideiro, o que é raro de se ver. Ele é muito criativo também. É um cara promissor e que já trilha um caminho próspero, tanto que com a idade que tem já é presidente da Portela. Além disso, Serginho é simpático e brincalhão. E nesse meio tem que ser simpático mesmo, esquecer a arrogância dos velhos bambas.

Tantinho da Mangueira

Serginho Procópio é o convidado de Diogo Nogueira no Samba na Gamboa

 

Arlindo Cruz

 

Eu passaria meu “anel de bamba” para meu filho, Arlindo Neto.

Arlindo Cruz
 

Expediente:
Produção: Davi de Castro, Marília Arrigoni, Patrícia Serrão, Cibele Tenório
Edição: Ana Elisa Santana e Anderson Falcão
Design e implementação: Marcelo Bernardes

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário