Mais de 72 mil candidatos tiraram nota zero na redação do Enem

Amanda Cieglinski - Portal EBC 03.01.2013 - 15h07 | Atualizado em 03.01.2013 - 18h05

Mais de 72 mil candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012 tiraram nota zero na redação. Isso ocorre quando o texto não tem o número de linhas suficientes, quando o estudante foge ao tema proposto, quando suas propostas ferem os direitos humanos ou quando ele não usa a estrutura dissertativa argumentativa na construção da redação.

Saiba como é corrigida a redação do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou hoje os números da correção da redação do Enem 2012. Ao todo, foram corrigidos 4.113.558 textos – 1,82% estavam em branco e 1,76% tiraram zero.

Cada redação é lida por pelo menos dois professores. As duas notas atribuídas por eles são somadas e faz-se uma média que resulta na pontuação final. Mais de 826 mil textos – cerca de 20% do total – foram encaminhados a um terceiro corretor. Isso ocorre quando há uma discrepância superior a 200 pontos entre as duas primeiras notas atribuídas. A redação do Enem vale até 1.000 pontos.

Se a diferença entre as notas dos três corretores permanecer superior a 200 pontos é acionada uma banca examinadora, formada por três professores, que será responsável por atribuir a nota final do participante. Em 2012, pouco mais de 100 mil textos foram encaminhados à banca, 2,43% do total.

Tema difícil

O tema da redação de 2012 foi a imigração para o Brasil no século 21. Professores consideraram que o tema foi surpreendente e exigia conhecimento por parte dos candidatos a respeitos do atual momento econômico que o país vive e dos novos fluxos migratórios. Assista ao bate-papo do portal EBC que analisou a prova do Enem 2012.

Ouça: alunos reclamam do tema da redação do Enem

 

Saiba mais:

Confira as dicas para um texto nota 1.000 

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0