MEC define valor de bolsas do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Gabriel Palma - Agência Brasil 07.02.2013 - 13h19 | Atualizado em 07.02.2013 - 13h34

Valores das bolsas variam de R$ 200,00 para professor alfabetizador a R$ 1.200,00 para o supervisor da instituição de ensino superior(Fabio Pozzebom/ABr)

Brasília – O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (7), em portaria publicada no Diário Oficial da União, o valor máximo das bolsas para os profissionais da educação participantes da formação continuada de professores alfabetizadores no âmbito do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. As redes municipais e estaduais têm que aderir ao programa para receber recursos e o apoio técnico do Ministério da Educação.

O pacto - coordenado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC – é um acordo formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios para a alfabetização de crianças até os 8 anos de idade. A iniciativa foi lançada em novembro passado pela presidenta Dilma Rousseff.

Leia também:

Pronatec destinará 90 mil vagas a presos e pessoas que já cumpriram pena

Os valores são R$ 200,00 mensais para o professor alfabetizador; R$ 765,00 para o orientador de estudo; R$ 765,00 para o coordenador das ações do pacto nos estados, Distrito Federal e municípios; R$ 1.100,00 para o formador da instituição de ensino superior; R$ 1.200,00 para o supervisor da instituição de ensino superior; R$ 1.400,00 para o coordenador adjunto da instituição de ensino superior; e R$ 2.000,00 para o coordenador-geral da instituição de ensino superior.

Edição: Davi Oliveira

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0