Digite sua busca e aperte enter


Equipes de escolas públicas e privadas do estado de São Paulo desenvolvem projetos de robótica

Imagem:

Compartilhar:

Entenda o que é o Sisutec

Criado em 06/08/13 09h09 e atualizado em 07/08/13 21h26
Por Ana Elisa Santana* Fonte:Portal EBC

Olimpíada do Conhecimento
Novo sistema de seleção do MEC utiliza as notas obtidas no Enem e oferece vagas em instituições de educação profissional e tecnológica (Foto: CNI/Divulgação)

A partir de 2013, os estudantes que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem, além de concorrer a vagas nas instituições de ensino superior cadastradas, tentar ingressar em cursos profissionalizantes em instituições de educação profissional e tecnológica. O Ministério da Educação abre inscrições, neste mês de agosto, para o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), o sistema informatizado no qual instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos.

Leia também:
Acesse o banco de questões do Enem e se prepare para o exame

Sisutec vai oferecer quase 240 mil vagas em cursos técnicos


Para fazer a inscrição no Sisutec 1º/2013, é necessário que o candidato tenha feito as provas do Enem de 2012 e obtido nota superior a zero na redação. A inscrição é feita exclusivamente pela internet, por meio da página do Sisutec, e sem a cobrança de taxas. Os estudantes devem informar o número de inscrição e a senha usados no Enem de 2012. Os dados de outras edições do exame não são aceitos.

Para fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes. Ele também deve definir se deseja concorrer às vagas para quem tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas como bolsista integral; ou às vagas reservadas para negros, pardos e indígenas que tenham cursado o ensino médio completo em escola pública ou escola privada com bolsa integral.

Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada. Ao final, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem.

Serão selecionados somente os candidatos classificados dentro do número de vagas ofertadas em cada curso. Caso a nota do candidato possibilite sua classificação em nas duas opções de curso que ele fez, ele será selecionado exclusivamente na primeira opção. Assim como no Sisu, haverá duas chamadas dos selecionados e, em cada uma delas, os candidatos terão um prazo para efetuar a matrícula na instituição.

Durante as duas chamadas, o candidato que optar por uma determinada modalidade de concorrência estará concorrendo apenas com os candidatos que tenham feito essa mesma opção, e o sistema selecionará, dentre eles, os que possuírem as melhores notas no Enem de 2012. Sisutec também tem algumas especificações em relação ao número e às cotas das vagas oferecidas:

- 85% das vagas serão destinadas aos estudantes que, independentemente de renda per capita familiar, tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas como bolsista integral.

- 50% das vagas das instituições da rede federal serão reservadas aos estudantes de famílias com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, per capita, que tenham cursado o ensino médio completo em escolas públicas ou em instituições privadas com bolsa integral.

- Aos autodeclarados negros, pardos e indígenas, interessados em cursos de Instituições Federais de Ensino, será reservado o percentual, por curso e turno, correspondente aos dados populacionais mais recentes, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, referentes à Unidade Federativa em que se encontra a Instituição ofertante. Para eles, também há a opção de ter ou não a renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio, per capita, mas é necessário ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública ou privada com bolsa integral.

*Com informações do Ministério da Educação

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário