Digite sua busca e aperte enter


Criança faz atividade de pintura

Imagem:

Compartilhar:

Com financiamento coletivo, professor quer fazer vídeos baseados na obra de Paulo Freire

Criado em 13/03/15 10h09 e atualizado em 13/03/15 10h15
Por Portal EBC

Um dos estudiosos e pensadores mais impotantes no campo da educação, o brasileiro Paulo Feire deixou uma obra que foi traduzida para diversos idiomas e é extensamente utilizada em escolas e pesquisada em universidades espalhadas pelo mundo.

O livro "Pedagogia da Autonomia" é um dos mais conhecidos de sua obra, e trata de práticas pedagóicas que valorizem e respeitem a cultura e individualidade de cada aluno. E com a intenção de falar sobre esses conceitos em vídeo, o professor André Azevedo da Fonseca, da Universidade Estadual de Londrina , criou uma campanha de financiamento coletivo (crowdfounding). A ideia é "apresentar os conceitos fundamentais do pensamento de Paulo Freire a partir de uma linguagem acessível a estudantes, professores e a todas as pessoas interessados em educação, afirma Fonseca.

O professor pretende fazer 30 vídeos, que devem totalizar cerca de duas horas de contéudo. Ele optou por um formato que pode favorecer a distribuição nas redes sociais. "Decidi dividir o trabalho em 30 vídeos curtos para que o público não especializado tenha mais oportunidades de estabelecer esse primeiro contato com a obra de Paulo Freire", explica.

A campanha de arrecadação está sendo realizada pelo site Catarse, e interessados podem colaborar, até o dia 23 de março, com quantias que variam de R$ 25 a R$ 500. O projeto deve ter R$ 8 mil arrecadados até o dia final da campanha; e caso o valor não seja alcançado, todos que colaboraram receberão ressarcimento. Caso o valor seja ultrapassado, segundo o professor, o dinheiro extra será usado para aperfeiçoar o material, com ações como a transcrição de legendas e a tradução para espanhol e inglês.

No valor definido para a realização do projeto, estão desde computador e softwares para a edição dos vídeos, até a mão de obra e o pagamento de recompensas aos que fizerem suas doações. A arrecadação oferece recompensas para cada colaborador, de acordo com o valor doado.

Até esta sexta-feira (13/3), o projeto havia arrecadado pouco mais de R$ 3 mil. "Essa é uma forma democrática e afetuosa de fazer as ideias virarem realidade e contribuir efetivamente para a cultura do diálogo nas relações de aprendizagem", afirma o professor André Azevedo. Para colaborar, você deve acessar a página e seguir as instruções da campanha.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário