Digite sua busca e aperte enter


Aos 48 minutos do segundo tempo, Messi faz o gol que salva a Argentina do empate de 0 a 0

Imagem:

Compartilhar:

Argentina 1 x 0 Irã: Messi salva hermanos da retranca iraniana

Criado em 21/06/14 08h56 e atualizado em 02/01/15 15h58
Por Edgard Matsuki Fonte:Portal EBC

A Argentina suou, jogou mal, quase parou na retranca da defesa iraniana. Mas quem tem Lionel Messi pode se dar ao luxo de jogar mal e ainda ganhar por 1 a 0. E com um gol nos acréscimos da partida, o craque salvou os hermanos de um vexatório empate entre Argentina e Irã. O resultado garante a vaga dos hermanos para as oitavas de final da Copa do Mundo.

A seleção iraniana entrou em campo com o intuito claro de não tomar gols. No primeiro tempo de jogo, o time agiu justamente com essa proposta. Com praticamente nove jogadores atrás da linha da bola, os iranianos conseguiram segurar os ataques argentinos.

Com uma retranca pela frente e com o “quadrado mágico” apagado, o time argentino buscava as melhores chances com cruzamentos na área. As melhores chances dos hermanos com cruzamentos aconteceram aos 16, 34 e 44 minutos. Com a bola no chão, Higuaín assustou aos 14 minutos.

Para o comentarista esportivo das Rádios EBC Jorge Ramos, a Argentina venceu, mas não convenceu:

Creative Commons - CC BY 3.0 -

A diferença entre os times na primeira etapa se refletiu nas estatísticas: 74% de posse de bola para a Argentina e nenhum chute a gol para o Irã. Para Jorge Ramos, comentarista da Rádio Nacional, a falta de qualidade do Irã fez com que o time não se aproveitasse dos contra-ataques. “O Irã não tem nenhum poder ofensivo. Se tivesse mais 10% de poder, teria levado mais perigo”, disse.

Na segunda etapa de partida, o Irã começou a arriscar um pouco mais em contra-ataques e o jogo ficou mais movimentado. Aos 4 minutos, o time levou perigo. No lance, Hosseini deu uma boa cabeçada e Romero fez um milagre. 

Aos 8 minutos, Ghoochannejhad caiu na área e reclamou de pênalti não marcado. Para Jorge Ramos, fica difícil culpar o juiz pelo pênalti. “Se nós ficamos discutindo depois de tantos replays, imagina o árbitro, que tem que decidir em um lance”, afirmou.

A Argentina respondeu com lances individuais de Messi. O craque argentino conseguiu assustar em dois lances. Aos 14 minutos, ele deu uma de suas arrancadas clássicas e quase marcou. E, aos 29 minutos, cobrou uma falta com perigo. E graças ao craque, o jogo saiu do zero: aos 46 minutos do segundo tempo, Lionel Messi driblou o zagueiro e, de fora da área, arriscou e marcou um golaço. No final, Argentina 1 x 0 Irã.

Com o resultado, a Argentina chegou a seis pontos e lidera o Grupo F. Na próxima rodada, a Argentina enfrenta a Nigéria na próxima quarta-feira (25), às 13h, no estádio Beira-rio em Porto Alegre. O Irã, que ainda sonha com a vaga, joga contra a Bósnia no mesmo dia e local, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Argentina 1 X 0 Irã

Data: 20 de junho de 2014
Estádio: Mineirão (em Belo Horizonte)
Árbitro: Milorad Mazic (Sérvia)
Auxiliares:  Milovan Ristic e Dalibor Djurdjevic (Sérvia)
Cartões amarelos: Nekonam e Shojaei (Irã)
Gol: Messi, aos 46 minutos do 2º tempo

Argentina: Romero, Zabaleta, Fernandez, Garay e Rojo; Mascherano, Gago e Di María (Biglia); Messi, Agüero (Palacio) e Higuaín (Lavezzi).

Irã: Haghighi, Alenemeh, Montazeri, Hosseini, Sadeghi e Pooladi; Timotian, Nekogan, Dejagah (Jahanbakhsh), Safi (Haghighi,) e Shojaei (Heydari); Ghoochannejhad.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário