Digite sua busca e aperte enter


Imagem: Roberto Castro/ME

Compartilhar:

Pataxó fatura o arremesso de lança com marca superior aos 44 metros

Criado em 01/11/15 12h55 e atualizado em 01/11/15 13h13
Por Nathália Mendes Edição:Adriana Franzin

Ele já tinha sido o melhor competidor de sua bateria, lançando para mais de 45 metros só na classificatória. Na final, não foi diferente: Itaguari Pataxó alcançou 44m40 e tornou-se o grande vencedor da modalidade de integração, em final disputada na tarde de sábado (31). O campeão foi o primeiro a arremessar, atingindo a marca que nenhum dos outros 18 competidores conseguiu alcançar.

“Foi a primeira vez que eu competi em jogos indígenas. Nem mesmo dos nacionais eu tinha participado. E já começo sendo campeão mundial. Eu e o povo pataxó estamos muito felizes”, comemorou. “Eu esperava mais de mim na final porque lancei mais longe na primeira fase. Só treinei três meses antes de vir para cá, mas fiquei satisfeito em ter vencido”.

A lança deixou de ser um instrumento de caça para os pataxós e passou a ter função decorativa e também esportiva há tempos. O povo também detém o título no arremesso de tacape, prova disputada apenas nas edições brasileiras. “Além da técnica, você tem que estar concentrado. Se você correr muito, não vai jogar a lança muito longe. O modo de pegar na lança também influencia. Não pode pegar errado”, ensina Itaguari.

Além de Itaguari Pataxó, mais três competidores arremessaram acima dos 40 metros – entre eles, aquele apontado pelo próprio vencedor como seu principal oponente: “O Rocleiton (guarani-kaiowá) também foi muito bem. Eu achava que ele também poderia levar o título”. O vice-campeão alcançou 43m45, quase um metro a menos que Itaguari. Marco Tapirapé, Elvis, das Filipinas, e Mizael Xambioá Karajá completam o grupo dos cinco primeiros colocados.

Participantes de dez etnias e cinco países fizeram parte da última prova do arremesso de lança disputada na Arena Verde. Cada atleta teve direito a três arremessos. Para que o arremesso fosse validado, a lança necessariamente teria que bater sua ponta no chão, sem a necessidade de permanecer fincada no chão. A tentativa também poderia ser anulada se o competidor pisasse na linha que marca o início da área de lançamento.

Resultado da final do arremesso de lança

1º – Itaguari – Pataxó – 44m40
2º – Rocleiton – Guarani-kaiowá – 43m45
3º – Marco – Tapirapé – 41m60
4º – Elvis – Filipinas – 41m48
5º – Mizael – Xambioá Karajá – 39m65

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário