X

Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Marta, a rainha do futebol, completa 30 anos de idade

Criado em 19/02/16 17h55 e atualizado em 19/02/16 19h23
Por Patrícia Serrão* Edição:Gésio Passos Fonte:Portal EBC

A rainha do futebol brasileiro, Marta Vieira, completou, nesta sexta-feira, 30 anos de idade. A alagoana nascida na pequena cidade de Dois Riachos conquistou títulos e reconhecimento, embora nunca tenha conquistado ainda o título mundial e a medalha de ouro das  Olimpíadas. Os jogos do Rio podem ser a última chance da craque de bola que, em 2010, foi ainda nomeada pela Onu como embaixadora da "Boa Vontade na luta contra a pobreza".

Gol de Marta contra os Estados Unidos na semifinal da Copa do Mundo de 2007.

O amor pelo futebol começou desde criança quando jogava com os garotos na rua do seu bairro. Aos 13 anos, ela começou a jogar no time juvenil no Centro Sportivo Alagoano (CSA). Para buscar destaque e projeção na carreira, em 2000, se mudou para o Rio para jogar no Vasco da Gama. Em 2002, foi convocada para jogar pela seleção brasileira onde ajudou a conquistar a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 2003 e 2007 e a de prata nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008.

Da seleção brasileira para conquistar o mundo foi um passo. Marta já foi escolhida como melhor futebolista do mundo por cinco vezes consecutivas, de 2006 a 2010, um recorde entre mulheres e homens. É também a maior artilheira em Copas do Mundo, com 15 gols, a título de comparação Pelé "só" fez 12 gols.

Confira um trecho do programa Caminhos da Reportagem sobre o Futebol Feminino

Uma das poucas coisas que a jogadora não conseguiu com a camisa da seleção foi conquistar o primeiro título do feminino brasileiro em Copas do Mundo. Depois da eliminação da Copa do Canadá em 2015, a jogadora afirmou, em entrevistas, que pensa em sair da seleção após as olimpíadas no Brasil. Esta pode ser a última oportunidade dos brasileiros verem Marta vestindo a amarelinha.

Depois disto, para assistir à "maior do mundo", será preciso acompanhar o campeonato feminino sueco, onde a atacante defende desde 2012 o FC Rosengård.


*Colaborou Daniela Martins

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário