Digite sua busca e aperte enter


letras

Imagem:

Compartilhar:

Você sabia que no Brasil são faladas mais de 200 línguas?

Criado em 01/11/13 09h59 e atualizado em 16/04/14 17h37
Por Plenarinho - Câmara dos Deputados

Pesquisador desenvolve método lógico sobre aprendizado de língua estrangeira
O Português é uma língua rica, resultado da contribuição e mistura de vários povos (Foto: Fluss/Creative Commons)

Hoje no Brasil existem cerca de 210 línguas. É o país com o oitavo maior número de línguas em uso!!! A maioria delas é das comunidades indígenas: 180! Você acha muito? É realmente muita coisa, mas na época do Descobrimento havia muito mais. Eram 1.078. Já pensou? Mas olha só, naquela época também existiam mais índios. Cinco milhões viviam no Brasil quando os portugueses chegaram. Hoje são apenas 734 mil indígenas.

A partir do ano de 1550, há um tempão, chegaram muitos negros vindos da África. Eles não vieram por vontade própria, chegaram como escravos, trazidos à força. A escravidão aconteceu até o ano de 1888, quando foi decretada a Lei Áurea pela princesa Isabel. Enquanto foi permitida, a escravidão trouxe para cá aproximadamente 3 milhões de africanos, muitas culturas e línguas.

Não podemos esquecer de outras línguas: italiano, alemão e japonês. Elas chegaram no Brasil com os imigrantes, que vieram buscar aqui a oportunidade de uma vida melhor. Esses povos chegaram em maior número no Brasil a partir do ano de 1800. Mas antes disso, já estavam por aqui portugueses, espanhóis e holandeses.

Somou isso tudo? O resultado é um povo diverso, que fala, entre tantas outras línguas, o Nheengatu, o Hunsruckisch e a Gira da Tabatinga. O Zé Plenarinho, que adora estudar línguas, convida você para conhecer um pouco da história dessas três línguas!

Lá em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, vive o povo indígena Baniwa. A primeira língua que um indiozinho de lá aprende a falar é o Nheengatu. Essa língua tem uma história muito interessante. Os missionários da igreja na época da colonização, responsáveis por catequizar os índios, esforçaram-se para criar uma única língua indígena para todos os povos. A idéia dos missionários era facilitar a comunicação. Foi assim que surgiu o Nheengatu. Hoje cerca de duas mil pessoas falam essa língua no Brasil.

Quer conhecer outra língua falada no Brasil?! Pois então, fique sabendo do Hunsruckisch (que nome difícil!!) falado por parte da população do Rio Grande do Sul. Essa língua é uma mistura de Alemão e Português. E é resultado da chegada dos alemães na região em 1924.

A Gira da Tabatinga, língua dos filhos, netos e bisnetos de escravos, ainda é falada no nosso país. Ela foi passada de pai para filho e é uma importante forma de resistência da cultura africana.

Curiosidades:

Quer ver como o Português é uma língua rica, resultado da contribuição e mistura de vários povos? Lá vai o desafio: de onde vêm as palavras “cutucar”, “bagunça” e “cochilar”?

Nosso professor Edu Coruja tem a resposta: “Cutucar” vem da palavra kutúk, que em Tupinambá (uma língua indígena) significa tocar com objeto pontudo, ferir.

E “bagunça”? Mesmo não sabendo de onde vem, com certeza você sabe como fazer, não é? Pois fique sabendo que “bagunça” vem da palavra bulungunza, que em Quicongo (língua africana) é nada mais, nada menos que desordem, confusão. E “cochilar” também vem do Quicongo: kushila quer dizer dormir levemente.

Na escola, muitas vezes inventamos algumas línguas diferentes. Talvez você já tenha experimentado se comunicar com seus colegas por meio de algum código secreto, como a Língua do P ou a Língua do I, por exemplo.

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade