Digite sua busca e aperte enter


Imagem:

Compartilhar:

Iniciativas estimulam consumo consciente na infância

Criado em 28/07/15 10h35 e atualizado em 28/07/15 10h44
Por Eco rede social

A melhor hora de aprender sobre consumo consciente é na infância. Ao crescer acostumado a um olhar mais sustentável sobre o ambiente, as crianças tornam-se adultos mais conscientes de suas práticas. Diversas iniciativas têm surgido para ajudar os pais nessa tarefa. Nelas, as crianças desenvolvem uma nova relação com o brinquedo, a brincadeira e os bens materiais. Conheça três iniciativas que promovem essa nova consciência desde a infância:

Quintal de Trocas

O Quintal de Trocas é uma plataforma online que facilita a troca de brinquedos entre os usuários. Funciona mais ou menos assim: a criança escolhe os brinquedos que deseja oferecer para troca e os cadastra no site (enviando fotos e uma pequena descrição dos produtos). A partir dos brinquedos cadastrados pelos usuários, o site exibe a lista de produtos disponíveis, que pode ser ordenada por estado, cidade, idade, tipo de brinquedo ou marca. Com o catálogo, a criança escolhe o brinquedo que desperta seu interesse e solicita a troca. Se o dono também se interessar pelo outro brinquedo, o negócio está feito! A partir daí, é só combinar a troca em um ponto da cidade ou pelos Correios. Ir para o site.

Brincou Trocou

O Brincou Trocou funciona mais ou menos como o Quintal de Trocas. A criança escolhe o brinquedo que quer trocar, fotografa, cadastra no site e pensa em qual gostaria de receber. A grande diferença da iniciativa é que a troca dos brinquedos não precisa ser negociada diretamente entre os usuários. A plataforma disponibiliza um sistema de moedinhas que são conquistadas a cada produto oferecido para troca ou podem ser adquiridas por compra em dinheiro. As moedinhas acumuladas podem ser usadas para “comprar” o brinquedo que interessa ou custear as taxas de entrega dos Correios. Ir para o site.

Feira de Trocas de Brinquedos

A Feira de Troca de Brinquedos é um espaço de trocas apoiado pelo Instituto Alana que pode ser organizado por instituições ou autonomamente para trocar brinquedos. O site da proposta reúne dicas para a organização dos eventos, materiais para divulgação e mapeia as feiras por todo país. Qualquer um pode pôr a iniciativa em prática, desde que as feirinhas sejam organizadas exclusivamente para trocas, ou seja, a compra e venda dos produtos é proibida. Ir para o site.

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade