Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Festa junina: curiosidades marcam a tradição

Criado em 26/06/15 11h17 e atualizado em 26/06/15 11h20
Por Portal Brasil

 Em arraial que se preze, não pode faltar fogueira, comidas típicas, bandeirinhas e quadrilha. Neste Dia de São João, conheça a origem de algumas das tradições das festas juninas

Cardápio

O período junino é propício para a colheita do milho, que acaba aparecendo em várias receitas, como curau, canjica, pamonha, pipoca, cuscuz e bolos. Arroz doce, amendoim, paçoca, pinhão, broa de fubá, cocada, pé de moleque, quentão e maçã do amor também fazem parte do cardápio, assim como opções menos sazonais, como cachorro quente, espetinhos de carne, pasteis e salsichão. Para beber, quentão (bebida com vinho, gengibre, açúcar, cravo e canela) é a pedida.

Fogos, bandeiras e mastro

Era comum na celebração dos santos que grandes bandeiras com suas imagens fossem confeccionadas. As bandeiras eram colocadas em água, para quem se banhasse com ela ficasse protegido. Com o tempo, essas bandeiras diminuíram de tamanho, dando origem às bandeirinhas coloridas de hoje em dia. A queima de fogos era uma maneira de “acordar” São João no dia de sua celebração, 24 de junho. Outra tradição ligada ao santo é o levantamento do mastro: na noite de seu nascimento, a mãe de João, Isabel, prima da Virgem Maria, mandou levantar um mastro e acender uma fogueira, para avisar a Maria, que morava nas redondezas, que o filho havia nascido. As capelinhas, comuns em muitas festas juninas, também vêm dessa tradição: foi um presente de Maria para o sobrinho.

Música 

A quadrilha tem origem francesa, numa dança de salão praticada pela nobreza, a quadrille, difundida no Brasil no século 19. Muitas expressões usadas na quadrilha vêm do francês: “anarriê” vem de “en arrière”, que significa “de volta”; alavantú veio de “en avant tous”, ou “todos para frente”; e balancê veio “balançoire”, balançar. Com o tempo, a quadrilha foi recebendo influências de movimentos de danças de matriz africana e indígena e se estilizando. Dançar forró também é comum nas festas juninas, especialmente no Nordeste brasileiro. O recordista de arrecadação de direitos autorais no período das festas juninas é o cantor Luiz Gonzaga, autor de várias composições que cantam as tradições juninas. Na época do lançamento filme biográfico sobre o rei do baião, Gonzaga – De pai para filho, a produção do longa metragem lançou um vídeo contando a origem das festas juninas, que você pode assistir abaixo: 

 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário