X

Digite sua busca e aperte enter

Programação

Confira a lista de filmes da TV Brasil entre os dias 5 e 13 de outubro

Publicado em 04/10/2019 - 09:37
Veículos: TV Brasil
Categorias: Variedades
Exibição em: TV Brasil

Sábado, 5 de outubro

Cine Retrô – O Grande Xerife

16h00, na TV Brasil

Ano de estreia: 1972. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Patricia Mayo, Paulo Bonelli, Tony Cardi, Augusto César Ribeiro.

Amácio Mazzaropi interpreta o chefe dos correios, Inácio Poróroca, um viúvo que é pai de Mariazinha. Ele é o morador mais antigo de Vila do Céu onde vive cuidando da vida dos outros.

Um dia, chega na cidade, disfarçado de padre, o bandidão João Bigode. Em uma arruaça no bar da cidade, o maldoso mata o xerife e põe Poróroca em seu lugar. A confusão está armada e só o Grande Xerife pode proteger o povoado.

Reprise. 95 min.

Classificação indicativa: 12 anos

Horário: 16h00

 

Sábado, 5 de outubro

Cine Retrô – Um Caipira em Bariloche

22h00, na TV Brasil

Ano de estreia: 1973. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Beatriz Bonnet, Ivan Mesquista, Carlos Valone.

Polidoro, um fazendeiro ingênuo cai na conversa do genro e vende suas terras para um vigarista que engana a todos, inclusive sua própria esposa, uma argentina honesta e desiludida com o amor.

Por pura armação, os dois acabam indo parar em Bariloche e lá na neve, em meio a confusões e gargalhadas no frio argentino, o caipira começa a juntar os fatos e retorna para desmascarar os vilões.

A comédia promete muitas risadas e momentos de diversão, intriga e suspense para o público. O longa "Um caipira em Bariloche" foi uma das maiores bilheterias de toda a carreira do saudoso humorista Amácio Mazzaropi.

Reprise. 100 min.

Classificação indicativa: 14 anos

Horário: 22h00

 

 

Sábado, 5 de outubro (madrugada de sábado para domingo)

Cine Nacional – Cego Aderaldo - O Cantador e o Mito

00h00, na TV Brasil

Ano de estreia: 2011. Gênero: documentário. Direção e roteiro: Rosemberg Cariry.

Nascido Aderaldo Ferreira de Araújo, em junho de 1878, o poeta repentista Cego Aderaldo foi não apenas o maior nome da poesia cantada e improvisada no Brasil, mas um mito. Sua obra influenciou a música popular e as artes brasileiras nas décadas de 1950 e 1960.

O documentário "Cego Aderaldo - O Cantador e o Mito" conta a história de um artista extraordinário. Revela suas lutas, vitórias e as dimensões do homem que, superando todas as adversidades, atingiu reconhecimento ainda em vida.

Cego Aderaldo descobriu as rimas em Quixadá, no sertão do Ceará, pouco depois de perder a visão em um acidente. Quando a mãe faleceu, Aderaldo decidiu viajar pelo sertão nordestino e disseminar sua poesia. Em 1914, disputou um duelo de rimas com Zé Pretinho, conhecido repentista do Piauí. A famosa vitória lhe renderia prestígio pelo resto da vida.

Apesar de nunca ter se casado, Cego Aderaldo adotou e criou 26 crianças. A todos deu estudo e profissão. Inovador e criativo, foi exibidor de cinema na década de 1930 e levou a cantoria para as grandes capitais, onde era saudado como personagem do nível de Padre Cícero e Lampião.

Reprise: 80 min.

Classificação indicativa: Livre

Horário: 00h00

 

 

Quarta-feira, 9 de outubro

Cine Retrô – A Banda das Velhas Virgens

21h30, na TV Brasil

Ano de estreia: 1979. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, André Luiz Toledo, Gilda Valença, José Velloni.

No longa "A Banda das Velhas Virgens", Amácio Mazzaropi interpreta um caipira que tem o sugestivo nome de Gostoso. Ele é o maestro de uma hilariante bandinha feminina formada por senhoras idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja.

Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições. Expulso das terras onde vive, Gostoso recomeça a vida na cidade, indo morar em um depósito de ferro-velho.

Ao encontrar um saco de joias, o protagonista é acusado de roubo e tem que fazer de tudo para provar sua inocência. Como o querido caipira vai se safar dessa vez?

Reprise. 100 min.

Classificação Indicativa: Livre.

Horário: 21h30

 

 

Quarta-feira, 9 de outubro (madrugada de quarta para quinta-feira)

Cine Nacional – Sinfonia da Necrópole

00h00, na TV Brasil

Ano de estreia: 2014 . Gênero: drama. Direção e roteiro: Juliana Rojas. Elenco: Eduardo Gomes, Luciana Paes, Hugo Villavicenzio, Paulo Jordão.

Deodato (Eduardo Gomes) é um aprendiz de coveiro pouco animado com o ofício em um cemitério na cidade de São Paulo. A paixão por Jaqueline (Luciana Paes), nova funcionária do serviço funerário, o impede de pedir demissão, mas estranhos eventos abalam seu estado psicológico.

Ele a ajuda a fazer o recadastramento dos túmulos abandonados, mas alguns acontecimentos fora do comum levam o aprendiz de coveiro a questionar as implicações em se mexer com os mortos.

Além de "Sinfonia da Metrópole", a cineasta Juliana Rojas dirigiu os atores Eduardo Gomes e Hugo Villavicenzio em "Trabalhar Cansa" (2011). Venceu os prêmios de Melhor Filme e Elenco no Festival de Cinema de Vitória 2015.

Reprise: 85 min.

Classificação indicativa: 12 anos

Horário: 00h00

 

Sábado, 12 de outubro

Cine Retrô – A Banda das Velhas Virgens

22h00, na TV Brasil

 

Sábado, 12 de outubro (madrugada de sábado para domingo)

Cine Nacional – Sinfonia da Necrópole

00h00, na TV Brasil

 

Domingo, 13 de outubro

Cine Retrô – O Lamparina

16h00, na TV Brasil

Ano: 1964. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Manoel Vieira, Astrogildo Filho, Zilda Cardoso, Ana Maria Guimarães, Emiliano Queiroz, Carlos Garcia, Francisco de Souza, Rosemary Wong, Carla Diniz, Rafael Gallardo Tina, Agostinho Toledo, João Batista de Souza, David Cardoso, Francisco di Franco.

Em "O Lamparina", Amácio Mazzaropi interpreta Bernardino Jabá, um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero acaba se disfarçando e é confundido com um deles.

Incrementando a farsa em que se encontrou, ele faz com que sua família inteira se passe por seu bando e todos acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros onde o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar que é um cabra valente de verdade.

Depois de passar um ano na cadeia, ele assusta os habitantes da cidade de Sororóca que pensavam que estava morto e que agora é uma "assombração". Com figurinos marcantes e direção de Glauco Mirko Laurelli, o longa tem no elenco, além de Mazzaropi, Geny Prado e Emiliano Queiroz.

Reprise. 91 min.

Classificação indicativa: 10 anos

Horário: 16h00