X

Digite sua busca e aperte enter

Balanço Social

Publicado em 01/02/2016 - 16:14

 

A EBC foi criada em 2007 para fortalecer o sistema público de comunicação. A empresa é constituída por 2.600 empregados distribuídos entre a sede, em Brasília, e quatro praças, em São Luís (MA), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Tabatinga (AM). Desses, 1.605 empregados atuam nas áreas de produção de conteúdo e de programação.

 

Veículos

A EBC é responsável pela gestão de 2 TVs (TV Brasil e  TV Brasil Internacional); 7 emissoras de rádio (Nacional FM Brasília; Nacional Brasília AM; Nacional Rio AM; Nacional Alto Solimões; Nacional Amazônia; MEC FM Rio e MEC AM Rio) e pela Web (Portal EBC, Agência Brasil e Radioagência Nacional). A TV Brasil veio atender à antiga aspiração da sociedade brasileira por uma televisão pública nacional, independente e democrática. Sua finalidade é complementar e ampliar a oferta de conteúdos, oferecendo uma programação de natureza informativa, cultural, artística, científica e formadora da cidadania. A TV Brasil Internacional é o canal da TV pública brasileira para o exterior, com compromisso de divulgar a realidade econômica, política, social e cultural do Brasil. O canal, transmitido em língua portuguesa, oferece ao telespectador programação privilegiando conteúdos nacionais em diferentes faixas: infantil, jornalismo, documentários, debates, música e cinema. Quanto às rádios, são 7 emissoras com histórias e características bem diferentes, mas unidas em torno do desafio de promover o direito à comunicação e os demais direitos humanos. Além, é claro, de serem garantia de informação, cultura, educação e entretenimento. Já quanto aos veículos WEB, em 2015 foi criada a Superintendência Executiva de Agências e Conteúdo Digital (SUADI), que reuniu as equipes do Portal EBC, da Agência Brasil e da Radioagência Nacional, o que permitiu uma maior integração entre esses veículos.

Acesso

Em 2015, a EBC levou comunicação pública por meio de suas emissoras de rádio e televisão aberta a 3.474 municípios. Juntas, as redes de rádio e TV oferecem conteúdos a mais de 140 milhões de pessoas, chegando a 76% da população brasileira. A TV Brasil Internacional exibe conteúdos para 66 países de quatro continentes - América, Europa, África e Ásia.

O alcance de resultados efetivos da política de Comunicação Pública, prevendo ampliar a produção e o acesso a conteúdos multimídia no Brasil, está em proporção direta com a ampliação da cobertura em sinal digital da TV Brasil, da cobertura das Rádios Públicas, e em dar maior acesso a WEB, por meio das Agências e Conteúdos Digitais.

Rede pública de comunicação

A Rede Nacional de Comunicação Pública foi formada com objetivo de desenvolver a consciência crítica das pessoas e contribuir para a construção da cidadania, a consolidação da democracia e a participação social nos debates públicos relevantes. Além disso, apoiar processos de inclusão social e socialização da produção e difusão de conhecimento, garantindo espaços para produções regionais e independentes. A Rede Nacional de Comunicação Pública de Televisão é composta por 7 geradoras próprias (quatro analógicas e três digitais); 13 retransmissoras próprias); 48 geradoras de parceiros e 728 retransmissoras de TV aberta terrestre. Já a Rede Pública de Rádios é composta por sete emissoras e 2 retransmissoras de rádio, além de 40 emissoras parceiras.

Conteúdo

Até o final de 2015, a TV Brasil veiculou 1.907h 23min de conteúdos produzidos pela própria EBC, o que representa 32,8% da grade de programação.  Do total de conteúdos que foram ao ar, 13,8% são produções independentes (803h 41min) e 23,1% são conteúdos regionais (1.345h 29min). Foram dedicadas ao gênero jornalístico 1.498h 24min da programação, o que representou 25% da grade. A TV Brasil transmitiu 1.889h de programação infantil, que representa 32% da grade de programação.

Para ampliar o acesso às pessoas com deficiência, a programação da TV Brasil foi disponibilizada com 99% de legendagem oculta, totalizando 8.655h de programação e 470h no ano, em média, de audiodescrição - recurso direcionado às pessoas com deficiência visual.

Audiência

TV Brasil

Nas regiões metropolitanas de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Salvador (BA) e Recife (PE), mais de 32 milhões* de pessoas assistiram à TV Brasil via televisão aberta.

*Fonte: Ibope

Web

O Portal EBC foi acessado por mais de 29 milhões* de pessoas. Os sites da Agência Brasil e da Radioagência foram acessados por 8.575.000 usuários.

*Fonte: Google Analytics

Lançamentos

guilhermina-candelario
fique-ligado
brasileiros-mundo-afora
noticia-agora
cafe-nacional

Prêmios

TV

  • Vencedor Nacional

    • Prêmio Petrobrás de Jornalismo 2014. Melhor reportagem Cultural em TV. Episódio: “Cinema Brasileiro – Luz, Câmera e Verba”.

    • 2º Prêmio MPT de Jornalismo. Repórter Cinematográfico. Episódio: “O ouro branco de Araripina”.

  • Vencedor Etapa Distrital ou Regional

    • Prêmio Sebrae de Jornalismo. Imagem jornalística. Episódio: “Artesanato, talento e tradição na ponta dos dedos”.

    • 2º Prêmio MPT de Jornalismo. Telejornalismo. Episódio: “O ouro branco de Araripina”.

  • Menção Honrosa

    • 37º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Reportagem de TV. Episódio: “A Questão Racial”.

    • Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Episódio: “Movimento negro: da Ditadura à Democracia”.

  • Finalista

    • Prêmio Câmara de Comércio Árabe Brasileira. Melhor programa jornalístico. Episódio: “25 de março: O Oriente é aqui”.

    • Prêmio TAL – Televisión America Latina. Melhor programa jornalístico. Episódio: “A pele negra”.

    • Prêmio TAL – Televisión America Latina. Melhor programa jornalístico. Episódio: “Transexual: a busca da identidade”.

    • 60º Prêmio Esso 2015 de Jornalismo. Telejornalismo. Episódio: “Uma guerra sem herói”.

    • 60º Prêmio Esso 2015 de Jornalismo. Telejornalismo. Episódio: “Crime na rede: intimidade compartilhada”.

  • Indicados

    • Indicado ao festival Japan Prize – Programa “Igarapé Mágico”.

Rádio

  • Vencedor

    • Prêmio Camélia da Liberdade do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas – Radialista Rubem Confete, programa “Ponto do Samba”.

    • Prêmio Rádio Rio de Melhor Comunicador 2015 – Radialista Cirilo Reis.

    • Troféu Haroldo de Andrade 2015 – Comunicadora Daisy Lucidi.

  • Finalistas

    • 3º Prêmio Chico Mendes de Jornalismo Sócio Ambiental 2015 – Comunicadora Denise Viola, programa “Ecos da Terra”.

  • Homenageados

    • Prêmio Orgulho Autista – Radialista Luiza Inez, programa “Cotidiano”.

  • Indicados e Concorrentes

    • Indicada ao Prêmio Cláudia 2015 (Ação Social) – Radialista Sula Sevillis.

    • Concorrente ao 20º Prêmio ABRELPE de Reportagem: Inovações e Avanços na Gestão de Resíduos (Rádio) – Produtora Rejane Limaverde, programa “Nosso Ambiente”, série “Resíduos sólidos, para onde vão?”.

    • Concorrente à 12ª Edição do Prêmio Engenho de Comunicação (Melhor Programa de Rádio) – Programa Tarde Nacional.

Educação Corporativa

O planejamento das ações de capacitação definidas no Plano Anual de Capacitação por Competências da EBC – PACC/EBC foi definido para atendimento no biênio 2015 e 2016. Em 2015, além dos temas técnicos específicos, os temas de administração, finanças e gestão de pessoas (Gestão e Fiscalização de Contratos, Tecnologia da Informação e Gestão de Pessoas) foram destaque de ofertas. Destaca-se também a criação da Rede de Instrutores e Multiplicadores Internos, instituída após seleção e formação didática e pedagógica dos empregados que detêm conhecimentos técnicos e maturidade profissional de notório reconhecimento no âmbito de suas unidades; e para o aprimoramento do Programa Educacional EBC – PROEBC, que visa selecionar os empregados interessados em se especializarem nas temáticas da área de comunicação pública por meio do incentivo de bolsas de pós-graduação.

Orçamento

O orçamento total (LOA + Créditos) da EBC em 2015 foi de R$ 732,18 milhões, sendo R$ 156,73 milhões de recursos próprios, diretamente arrecadados e R$ 575,45 milhões de recursos do Tesouro Nacional. Com relação aos montantes consignados pela LOA, R$ 283,6 milhões foram destinados para despesas com Pessoal, R$ 224,9 milhões para Custeio e R$ 26,0 milhões para Investimento.

Prestação de serviços

A área de serviços da EBC tem como competência definir as estratégias e diretrizes para a prestação de serviços relativos ao desenvolvimento e produção de programas e conteúdos de comunicação, audiovisuais e multimídia. A EBC totalizou os seguintes valores em serviços em 2015:

  • 7 clientes de Mídia Impressa e Digital

  • 123  assinaturas de Mídia Digital

  • 5.360 programas produzidos e transmitidos

  • 8.945 horas de programação da NBR – rádio e TV

  • 145.163 matérias produzidas

  • Mais de 96 milhões em valor captado.

Compartilhar: