X

Digite sua busca e aperte enter

O Cazaquistão, ex-república soviética, é tema do Caminhos da Reportagem

  • 04/07/2018 09h33
  • Gecom


Na noite de quinta-feira, dia 5, a equipe do Caminhos da Reportagem mostra um país que surpreende pelas belezas naturais, pelo frio intenso, e pela semelhança de sua capital, Astana, com Brasília. As duas são cidades planejadas.

O programa faz um giro pelo Cazaquistão e revela detalhes da gastronomia local – em que a carne de cavalo é servida como iguaria –, da religião islâmica e dos esportes de frio, paixão nacional ao lado do futebol de salão. O Kairat Almaty é hoje o melhor time de futsal do mundo, duas vezes campeão da UEFA Futsal Cup e uma vez campeão da Copa Intercontinental de Futsal.

A reportagem observa ainda os avanços econômicos baseados na exploração de Petróleo, a política – em que o mesmo presidente está no poder há mais de 25 anos – e as relações internacionais com a Rússia e com a China. Os repórteres encontraram até um brasileiro que não troca o frio cazaque por nada.

Independente desde 1991, com o fim da Guerra Fria, o Cazaquistão tem muito em comum com a vizinha Rússia, com quem divide a segunda maior fronteira terrestre do mundo. Os dois países têm uma história antiga, que remonta ao predomínio da etnia cazaque na região já no séc. XVI.

Toda quinta-feira, às 21h45, o Caminhos da Reportagem apresenta lugares, investiga casos ou revela realidades pouco conhecidas no Brasil e no mundo. Com 60 minutos de duração, o programa vai ao ar pela TV Brasil.

 

Serviço:
Caminhos da Reportagem – "Terra dos Cazaques"
Quinta-feira, 5 de julho, às 21h45, na TV Brasil.