X

Digite sua busca e aperte enter

Reportagem da TV Brasil sobre refugiadas vence prêmio da Cruz Vermelha

Publicado em 07/11/2018 - 20:13

A reportagem "RefugiadAs", do programa Caminhos da Reportagem, produzido pela TV Brasil e veiculado semanalmente pela emissora, venceu o Prêmio de Cobertura Humanitária Internacional do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV). A equipe que produziu a reportagem em São Paulo recebeu o prêmio em cerimônia realizada na noite da última terça-feira (6), no Memorial da América Latina.

Cerca de 50 outras produções concorreram com a reportagem "RefugiadAs", que mostra a história de mulheres que escaparam de seus países e que encontraram refúgio no Brasil. O prêmio foi recebido pelas jornalistas Aline Beckstein, Thaís Rosa e pelo repórter cinematográfico João Marcos Barboza, que representaram a equipe produtora da matéria. A segunda colocação do prêmio foi para o especial "A vida de refugiados dos Rohingyas, um povo muçulmano", da Globo News. O terceiro lugar ficou com a matéria "Orfãos de Terra-Mãe", do portal Metrópoles.

A produção retrata as dificuldades, os medos, a força e as esperanças dessas mulheres que, muitas vezes, escaparam da guerra ou da miséria na África, no Oriente Médio, ou do Haiti, por exemplo, e que aqui reiniciam suas vidas em meio à inúmeras barreiras que tem que transpor para reconstruir suas vidas e suas famílias.

A reportagem entrevista mulheres que foram obrigadas a abandonar seus empregos, estudos e familiares em seus países de origem e se defrontar com a realidade brasileira e as dificuldades do idioma. Muitas delas têm curso superior, mas ainda assim têm que se submeter a subempregos na tentativa de conseguir a subsistência.

O trabalho da equipe da TV Brasil constata que aumentou bastante o número de mulheres nessa situação que chegam ao Brasil para tentar sobreviver. A Cáritas, que há 40 anos atende refugiados em São Paulo e no Rio, registrou um aumento de 34% nesse fluxo de refugiados nos últimos cinco anos. 

As jornalistas que fizeram "RefugiadAs" entrevistaram dezenas de mulheres que são acolhidas na Casa do Migrante na capital paulista e puderam ouvir relatos impressionantes de luta e de superação. Quase sempre elas se mostram com expectativas positivas em relação ao futuro no Brasil, embora invariavelmente se queixem de muitas saudades dos parentes e até de filhos pequenos dos quais foram forçadas a se separar.

Na reportagem premiada, a equipe entrevistou também o padre Paolo Parise, diretor da Casa do Migrante, Bernardo Laferté, coordenador geral do Comitê Nacional de Refugiados (CONARE), a psicoterapeuta Sylvia Dantas, o defensor público federal João Freitas de Castro Chaves e outras autoridades que trabalham no sistema de acolhimento dos refugiados.

Ficha técnica de "RefugiadAs"

Reportagem: Bianca Vasconcellos

Produção: Aline Beckstein, Paula Abritta, Thaís Rosa e Henrique Cruz (estagiário)

Imagens: Cadu Pinotti, Gilmar Vaz, Jefferson Pastori e João Marcos Barboza

Auxílio técnico: Caio Araújo, Daniel Teixeira, Eduardo Domingues, Ivan Meira, Leandro Oliveira e Maurício Aurélio

Videografismo: Lucas Souza Pinto

Edição de imagens: Maikon Matuyama, Rodrigo Botosso e Rodger Kenzo

Apoio – edição de imagens: Caio Cardenuto

Finalização de imagens: Maikon Matuyama 

Roteiro e direção: Bianca Vasconcellos

Sobre o programa

Jornalistas viajam pelo país e pelo mundo atrás de grandes histórias, trazendo ao telespectador uma visão diferente, instigante e complexa de cada um dos assuntos escolhidos. No ar toda quinta-feira às 21h45 e todo domingo às 20h.

Tags: TV Brasil

Compartilhar: