Digite sua busca e aperte enter


centenas de milhares de pessoas na rua vestindo verde e amarelo

Imagem: Marcelo Camargo / ABr

Compartilhar:

Confira o panorama das manifestações de 15 de março no Brasil

Criado em 15/03/15 10h43 e atualizado em 15/03/15 19h16
Edição:Portal EBC*

18h10: Consolidado: os protestos aconteceram em todas as regiões do país. Em Goiânia, 60 mil pessoas caminharam por 4 quilômetros; em Campinas-SP, foram 5 mil pessoas. Em São Paulo, foram cerca de 210 mil pessoas segundo o Datafolha (a Polícia Militar falou em 1 milhão); também houve protestos em Manaus, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Salvador e outras capitais. 

17h52: Jornais europeus repercutiram as manifestações deste domingo. Entre eles, os britânicos The Guardian, Financial Times e BBC e o alemão Der Spiegel.

17h05: No período da tarde, os cariocas se concentraram na Candelária, no centro do Rio de Janeiro, e seguiu pela Avenida Presidente Vargas. Além de gritarem slogans como "Brasil acima de tudo", os presentes também entoaram canções militares, como Fibra de Herói, considerada como um dos hinos populares do Exército.

16h58: No Piauí, o protesto previsto não aconteceu.

16h18: Em Montreal, no Canadá, cerca de 30 pessoas encararam a neve para protestar. Cerca de 3 mil brasileiros moram na cidade. Também houve ato em Toronto, cidade onde vivem 7 mil brasileiros.

15h46: A Polícia Militar do estado de São Paulo atualizou o número de manifestantes para 1 milhão de pessoas. Entre os manifestantes, também há grupos que defendem a intervenção militar. Dos cinco carros de som presentes no ato na Avenida Paulista, dois trazem mensagens com pedidos de ação das Forças Armadas para destituir o atual governo. Saiba mais.

15h32: Em São Paulo, muitas faixas criticam a corrupção e as medidas econômicas do governo, outras pedem a saída da presidenta Dilma Rousseff. Integrantes do movimento Vem Pra Rua levavam também uma cruz com os dizeres “Corrupção, Desemprego, Inflação, Juros: Que País é Esse”.

15h13: Segundo a Polícia Militar do estado de São Paulo, 580 mil pessoas participam da manifestação na Avenida Paulista, na região central da capital.

15h07: Nos Estados Unidos, as manifestações aconteceram nas cidades de Nova York, Miami, Boston e Orlando.

14h44: Em São Paulo, cerca de 200 mil pessoas ocupam os dois sentidos da Avenida Paulista, na região central de São Paulo, segundo a Polícia Militar (PM). Em todo o entorno é grande a movimentação de pessoas que chegam vestidas, em sua maioria, com as cores da bandeira do Brasil, e segurando cartazes. Até o momento, não foi registrado nenhum incidente, de acordo com a PM.

14h30: A manifestação em Fortaleza que pediu o impeachment da presidenta Dilma Rousseff reuniu aproximadamente 12 mil pessoas na Praça Portugal, na Aldeota, bairro nobre da capital do Ceará.

Confira as fotos das manifestações

14h: A manifestação contra o governo Dilma e a corrupção, em Belo Horizonte, se dispersou. Segundo informações da Polícia Militar de Minas Gerais, no ápice, o ato contou com 24 mil pessoas. Uma pequena parte se dirigiu para a Praça Sete e outra para a Praça Savassi, mas a maioria encerrou os protestos.Já em Brasília, Após cerca de quatro horas de protestos, as pessoas começam a deixar a Esplanada dos Ministérios. Antes, portando faixas pedindo o fim da corrupção e também o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, elas se posicionaram em frente ao Congresso Nacional.

14h: Milhares de manifestantes que irão participar de ato contra o governo, marcado para as 15h, se concentram na Avenida Paulista. As duas pistas foram fechadas e a Polícia Militar (PM) faz a segurança do local.

13h30: Brasileiros também foram às ruas neste domingo (15) em Lisboa, capital portuguesa, e em Londres, no Reino Unido, para protestar contra o governo da presidenta Dilma Rousseff. Os protestos foram convocados pelo Facebook.

13h30: A manifestação contra o governo, na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, reúne cerca de 15 mil pessoas, de acordo com a Polícia Militar, e chegou a ocupar as duas pistas da Avenida Atlântica. O protesto, que já começa a se dispersar, foi acompanhado do alto dos prédios da orla por moradores que se manifestavam das janelas dos apartamentos portando bandeiras do Brasil.O esquema de segurança planejado pata a manifestação contra a corrupção e o governo na orla da Praia de Copacabana conta com 850 policiais militares de várias unidades, entre elas o 19º BPM, o Batalhão de Choque e o de Grandes Eventos. Dom João de Orleans e Bragança, da família real brasileira, participou do protesto contra a corrupção, mas de disse contra o impeachment.

13h: Segue sem registro de ocorrências de violência a manifestação em Brasília contra o governo e a corrupção. Segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal, o número de manifestantes na Esplanada dos Ministérios já chega a 45 mil.

12h30: A polícia Militar divulgou informações sobre a manifestação na Praia de Copacabana que pede o fim da corrupção e a saída da presidenta Dilma do governo. Segundo a PM, cerca de 15 mil pessoas já ocupam a orla de Copacabana, no Rio de Janeiro.

12h30: Manifestantes vestidos de verde e amarelo tomam as ruas de Copacabana, no Rio de Janeiro. Eles pedem o fim da corrupção, o afastamento da presidenta Dilma Rousseff e fazem críticas também à condução do PT no governo. Organizadores estimam 15 mil pessoas.

12h: A Polícia Militar (PM) de Minas Gerais contabiliza 24 mil pessoas na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, neste momento. A manifestação contra o governo e contra a corrupção começou por volta das 9h30 e deve ficar concentrada na praça, sem deslocamento para outros pontos da capital mineira.

12h: A manifestação contra o governo e a corrupção na Esplanda dos Ministérios, em Brasília, já tem 30 mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar do Distrito Federal. Convocados por grupos diversos pelas redes sociais, os manifestantes se reuniram em pontos distintos da Esplanada, mas, neste momento, já começam a caminhar para se concentrar em frente ao Palácio do Congresso Nacional.

11h: Manifestantes ocupam orla de Copacabana no Rio de JaneiroO ato começou com o hino nacional. Os discursos, no alto do carro de som, pedem o fim da corrupção, o afastamento da presidenta Dilma Rousseff e fazem críticas também à condução do PT no governo..

10h: A Esplanada dos Ministérios  está ocupada por uma manifestação contra a corrupção e contra o governo da presidenta Dilma Rousseff. no momento, a estimativa é de cerca de 7 mil presentes à manifestação. A Polícia Militar estima que ao longo do dia cerca de 70 mil pessoas compareçam à manifestação, já os organizadores estimam cerca de 130 mil.

 Em Brasília, a manifestação se concentra em frente ao Museu da República na Esplanada dos Ministérios. A maioria das pessoas usa blusas amarelas e carregam faixas contra corrupção e contra o governo federal. Ouça mais da repórter que está no local:

Boletim Nacional Informa - 10 horas

*Com informações da Agência Brasil e Radioagência Nacional

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade