Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Advogado comenta ação judicial sobre discriminação contra religiões afro-brasileiras

Criado em 21/08/15 19h40 e atualizado em 21/08/15 19h57
Por VER TV Fonte:TV Brasil

O advogado Hédio Silva Jr. comenta o resultado histórico da ação judicial que moveu contra programas de TV que incitavam a violência e a discriminação das religiões afro-brasileiras. O processo se iniciou em 2004, mas apenas em 2015 chegou a uma conclusão.

Segundo a decisão do juiz Djalma Moreira Gomes, ficou estabelecido que as emissoras de televisão Rede Record e Rede Mulher devem veicular quatro programas de uma hora de duração no horário nobre, onde as religiões afro-brasileiras terão direito de resposta aos ataques que sofreram.

“Uma coisa é a liberdade de expressão para falar sobre a religião, mas quando eu começo a usá-la para incentivar o ódio religioso, aí já não é uso, mas sim abuso da liberdade de expressão”, diz.

Para Hédio Silva Jr. deve haver a promoção da cultura da paz. Segundo o advogado, todas as religiões devem conviver num espaço de respeito recíproco e de convivência harmoniosa.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário