Digite sua busca e aperte enter


Imagem: Evandro Oliveira/ Prefeitura de Mauá

Compartilhar:

Mauá terá sensor para monitorar deslizamentos em tempo real

Criado em 16/08/15 11h01 e atualizado em 29/10/15 19h48
Por Daniel Mello Edição:Maria Claudia Fonte:Agência Brasil

A cidade de Mauá, na Grande São Paulo, vai receber uma estação robotizada para monitoramento de deslizamentos de terra. O sistema pode detectar as movimentações do solo em um raio de 2,5 quilômetros a partir dos dispositivos instalados em 150 casas, no bairro do Jardim Zaíra.

A implantação faz parte do Projeto de Sensores Geotécnicos de Pesquisa e de Monitoramento dos Morros para Prevenção de Deslizamentos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Os equipamentos serão operado em parceria com a Defesa Civil do município. Segundo o coordenador do órgão, Sérgio Moraes, na área monitorada pela nova estação vivem 20 mil pessoas. “Esse equipamento vai dar uma tranquilidade nessa área que sempre nos preocupou muito”, afirmou.

Além das informações coletadas pelos pluviômetros e sensores de umidade do solo, a estação conta com um sistema que detecta os movimentos do solo por sinais a laser. A estação envia os dados em tempo real para o Cemaden, que repassa as análises para a Defesa Civil, que toma as providências necessárias. “A área do Zaíra, que nos preocupa muito, está toda coberta. Com esse equipamento, vamos conseguir monitorar”, destacou.

A preocupação com os deslizamentos na região é tanta que até a sede do órgão foi instalada no bairro. “Estamos exatamente no meio do problema, que é para acompanhar de perto”, disse Moraes. As residências da comunidade estão classificadas entre R2 e R4 na escala que mede os graus de risco das habitações e têm quatro níveis de perigo - muito alto (R4), alto (R3), médio (R2) e baixo (R1). “Uma minoria está em R4, porque nós removemos bastante. Nós temos aqui 900 famílias no bolsa-aluguel, que tiramos dessas áreas”, informou o coordenador da defesa civil.

Mauá é a primeira entre nove cidades a receber a Estação Total Robotizada (ETR). A instalação do sistema está prevista para o próximo dia 28. Os equipamentos devem entrar em funcionamento em setembro. Também devem receber estações Santos(SP), Recife (PE), Salvador (BA), Blumenau (SC), Angra dos Reis (RJ), Nova Friburgo (RJ), Petrópolis (RJ) e Teresópolis/RJ. O investimento para cada conjunto de equipamentos é de R$ 1,1 milhão.

Tanto Mauá, como os municípios fluminenses onde os sistemam serão implantados tiveram mortes causadas pelas chuvas no verão de 2010/2011. A proporção dos desastres, em especial no estado do Rio de Janeiro, motivou a própria criação do Cemaden. Um projeto-piloto do sistema foi instalado no ano passado em Campos do Jordão (SP), onde os pesquisadores puderam acompanhar o desempenho operacional dos equipamentos e a análise dos dados.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário