Pré-Jornada Mundial da Juventude reúne milhares de pessoas no Rio

Guilherme Jeronymo - Agência Brasil 28.07.2012 - 18h02 | Atualizado em 28.07.2012 - 18h23

A organização distribuiu 12 mil ingressos para cada um dos três dias do evento, que termina amanhã (29) (Foto: Reprodução / Facebook)

Rio de Janeiro – A pré-Jornada Mundial da Juventude reúne desde ontem (27) milhares de jovens no Ginásio do Maracanãzinho, zona norte da cidade. O evento, realizado pela Igreja Católica, tem programação que se estende até amanhã (29).

Foram distribuídos 12 mil ingressos para cada dia, já esgotados. O evento conta ainda com 5 mil voluntários e a equipe de organização. Dados oficiais da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderje) atribuem ao espaço lotação com 11.800 presentes.

O evento ocorre um ano antes da Jornada Mundial da Juventude, na qual o Rio tem a expectativa de receber, em julho de 2013, cerca de 2 milhões de jovens.

A Jornada Mundial da Juventude foi iniciada em 1984 e trará, em sua 13ª edição, o papa ao Brasil. A organização contará com apoio dos governos municipal, estadual e federal.

“Temos tido muitas reuniões, há uma boa vontade muito grande de todos em trabalhar tanto na logística, quanto na questão de transporte, de acomodação, nos portos e aeroportos, dos vistos”, informou o presidente do comitê organizador da Jornada e arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, que admite eventuais precariedades no processo.

“É claro que nenhum país está preparado para receber a quantidade de jovens que nós vamos receber. Haverá a necessidade de adaptações na questão da locomoção, mas nós faremos o melhor possível para que os jovens sejam bem acolhidos. Haverá sempre uma dificuldade de demora em algumas coisas, como é natural em uma grande aglomeração, mas temos certeza de que isso será um bem para todos”, acredita o arcebispo.

Os custos do encontro deste fim de semana e a previsão de custos da Jornada não foram divulgados pela organização.

Entusiasmo

Durante a manhã de hoje tanto o ginásio quanto a região do Maracanã contavam com a presença de muitos jovens e muitos ônibus. “Há uma participação muito grande, creio que está começando o aquecimento, digamos assim, o entusiasmo, o fervor dos jovens e da população da cidade do Rio de Janeiro [com a Jornada Mundial da Juventude], e esse entusiasmo, nós sabemos, está percorrendo todo o Brasil”, declarou o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno Assis.

Coube a Assis, que também é arcebispo de Aparecida, a entrega de uma réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida ao Rio de Janeiro, quando do anúncio, ontem, de que a santa será a padroeira do encontro de 2013.

Na jornada é esperada a visita do papa Bento XVI ao país. O pontifície enviou uma saudação para a abertura do encontro, por intermédio do núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni d’Aniello. O representante do Vaticano disse que Joseph Ratzinger tem grandes expectativas para o encontro.

D’Aniello elogiou também o empenho dos jovens brasileiros na organização. “Encontrei um bom trabalho, benfeito, e tem esse entusiasmo dos jovens e dos jovens brasileiros ainda mais. Espero que seja uma jornada extraordinária porque tem esse jeitinho brasileiro, essa garra dos jovens brasileiros e eu confio que vão fazer um bom trabalho”, disse.

Segundo a organização, as inscrições para as 65 mil vagas de voluntários estão abertas a cerca de um mês e 30 mil pessoas já se inscreveram, superando as estimativas do comitê organizador local.

 

Edição: Fábio Massalli

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0