Digite sua busca e aperte enter


Três ônibus utilizados para transporte de estudantes foram incendiados na madrugada da terça-feira (5) no pátio da prefeitura de Ilhota

Imagem:

Compartilhar:

Santa Catarina registra novos ataques na madrugada

Criado em 12/02/13 12h33 e atualizado em 12/02/13 12h59
Por Yara Aquino Edição:Graça Adjuto Fonte:Agência Brasil

Ônibus incendiado em Santa Catarina
Ataques em Santa Catarina (Marcelo Camargo/ABr)

Brasília – O estado de Santa Catarina teve hoje (12) mais uma madrugada com registro de ataques. Foram três ocorrências nos municípios de Chapecó, Tubarão e Imbituba, de acordo com a Polícia Militar (PM). Com os novos registros, chega a 94 o número de ataques notificados em 29 municípios.

Dois veículos foram incendiados, um particular em Chapecó e uma viatura da guarda municipal no município de Tubarão. Em Imbituba, uma pedra foi atirada no fórum localizado no centro da cidade, com um bilhete contendo a ameaça de que seria ateado fogo ao prédio. Segundo informações do major da PM João Batista Réus, a polícia contabiliza até agora 52 pessoas presas, sendo 17 menores de idade.

Leia também:

Polícia registra novos ataques em Santa Catarina

Santa Catarina descarta queda na atividade turística durante o carnaval por causa de ataques

Juiz diz que situação em presídio de SC era “muito tensa” antes dos ataques a ônibus

O policiamento continua reforçado em todo o estado, com patrulhamento intensivo nas ruas. “A polícia está atuando para coibir esses fatos o mais breve possível e recomendamos que a população procure manter a tranquilidade”, diz o major.

A série de ataques violentos no estado ocorre desde o dia 30 de janeiro. Segundo a Polícia Civil, criminosos encarcerados estão ordenando os atos de violência. As ações podem estar relacionadas a excessos cometidos por agentes penitenciários em uma operação pente-fino no Presídio de Joinville, no dia 18 de janeiro. As imagens do circuito interno mostram agentes penitenciários utilizando spray de pimenta e disparando balas de borracha, mesmo com os presos sob controle.

Na tentativa de conter a onda de ataques, o governo de Santa Catarina decidiu transferir pelo menos 20 presos de alta periculosidade para penitenciárias federais.

Edição: Graça Adjuto

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário