Digite sua busca e aperte enter


A ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, durante abertrua de reunião da Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR)

Imagem:

Compartilhar:

Ministra vai acompanhar caso de jornalista assassinado

Criado em 18/03/13 19h55 e atualizado em 18/03/13 20h45
Por Marcelo Brandão Edição:Fábio Massalli Fonte:Agência Brasil

Maria do Rosário
Faria atuava na editoria policial e estaria apurando informações sobre um grupo de extermínio formado por policiais da região (Elza Fiuza/ABr)

Brasília - A ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Maria do Rosário, acompanhará as investigações da morte do jornalista Rodrigo Neto de Faria. A ministra viaja no início da tarde desta terça-feira (19) para Ipatinga, em Minas Gerais, onde está marcada uma reunião com o delegado José Walter Mota Mattos, do 12º Departamento de Polícia Civil. Representantes da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, da Ordem dos Advogados do Brasil e do Ministério Público mineiro também participam da reunião.

Maria do Rosário quer saber o andamento das investigações e mostrar o interesse da secretaria na solução do caso. A possível relação do crime com o trabalho do jornalista também será questionada na reunião. Faria atuava na editoria policial e estaria apurando informações sobre um grupo de extermínio formado por policiais da região.

O jornalista foi morto a tiros no dia 8 de março. Ele se aproximava de seu veículo quando foi atacado por dois homens em uma moto. Ele trabalhava em uma rádio e em um jornal da cidade.

Edição: Fábio Massalli

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade