Digite sua busca e aperte enter


Trabalho infantil

Imagem:

Compartilhar:

IBGE publica mapa com indicadores sobre trabalho infantil

Criado em 28/05/13 16h09 e atualizado em 28/05/13 16h29
Por Nielmar de Oliveira Edição:Beto Coura Fonte:Agência Brasil

Trabalho infantil
No Brasil, o trabalho de menores de idade só é permitido em situações especiais, como na condição de aprendiz (Zoriah/Creative Commons)

Rio de Janeiro - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou hoje (28) em sua página na internet um mapa com indicadores sobre o trabalho infantil. Há um relato sobre a situação de crianças e adolescentes, entre 10 e 17 anos, relativos a trabalho e educação. Os indicadores tomam como base os resultados da amostra do Censo Demográfico de 2010.

Leia também

Unicef aponta descompasso entre ensino e realidade de adolescentes no Brasil

Dirigentes de ONG negam denúncias de intermediar adoção ilegal internacional

Segundo o IBGE, a publicação servirá de ferramenta para subsidiar a elaboração dos planos plurianuais dos municípios, especialmente no que se refere ao combate ao trabalho de crianças e adolescentes. Há informações sobre características demográficas, de educação e trabalho, com o objetivo de mostrar a distribuição no território nacional dos jovens ocupados, não alfabetizados e fora da escola.

A publicação será referência para a 3ª Conferência Mundial de Erradicação do Trabalho Infantil, prevista para outubro em Brasília. No Brasil, o trabalho de menores de idade só é permitido em situações especiais, como na condição de aprendiz. A divulgação dos indicadores atende à solicitação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, do Ministério Público do Trabalho, do Ministério do Trabalho e Emprego e da Organização Internacional do Trabalho.

 

Edição: Beto Coura

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário