Digite sua busca e aperte enter


Disque 100 divulgação sedh direitos humanos

Imagem:

Compartilhar:

Disque 100 terá reforço durante Copa das Confederações

Criado em 04/06/13 13h26 e atualizado em 04/06/13 13h41
Por Ivan Richard Edição:Denise Griesinger Fonte:Agência Brasil

disque 100
A Ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário, apontou que haverá um reforço no plantão do Disque 100, para recebimento de denúncias e que os conselhos tutelares nas cidades-sede manterão pontos de atendimento próximos às arenas esportivas(Divulgação / SEDH)

Brasília – A ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário, disse hoje (4) que o governo vai intensificar o trabalho preventivo para inibir a prática de exploração sexual contra crianças e adolescentes durante a Copa das Confederações. Durante seminário na Câmara, ela apontou que haverá um reforço no plantão do Disque 100, para recebimento de denúncias e que os conselhos tutelares nas cidades-sede manterão pontos de atendimento próximos às arenas esportivas.

De acordo com a ministra, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) firmou um pacto com municípios onde haverá jogos com o objetivo de aumentar a fiscalização e ampliar os pontos de apoio à criança e ao adolescente.

“A secretaria acredita firmemente nos comitês locais que vão estar operando. Temos um pacto com os municípios onde haverá a Copa das Confederações e ao lado dos locais dos jogos vamos ter plantões que vão funcionar com o apoio dos conselhos tutelares. Também estamos reforçando a nossa estrutura de plantão do Disque 100 e vamos ter contanto direto com as localidades onde haverá jogos”, disse Maria do Rosário.

De acordo com a ministra, esse trabalho tem como foco principal atuar na prevenção de crimes e, além disso, mostra para o mundo que o Brasil combate a exploração sexual contra menores.

“Estamos trabalhando com um objetivo que é a prevenção. Não estamos fazendo isso pensando que vamos viver uma epidemia de violência [contra a criança e o adolescente], ao contrário. Mas para mostrar a todos os estrangeiros que o Brasil não tolera exploração sexual de crianças e de adolescentes, que é crime”, frisou a ministra.

Edição: Denise Griesinger

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade