Digite sua busca e aperte enter


Quarta manifestação em Fortaleza (CE) com 4 mil pessoas, saindo do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e seguindo agora até o futuro Aquário da Praia de Iracema.

Imagem:

Compartilhar:

Manifestantes debatem futuro das mobilizações neste domingo

Criado em 23/06/13 13h41 e atualizado em 23/06/13 13h51
Por Débora Zampier Edição:Fernando Fraga Fonte:Agência Brasil

Quarta manifestação em Fortaleza (CE) com 4 mil pessoas, saindo do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e seguindo agora até o futuro Aquário da Praia de Iracema.
Quarta manifestação em Fortaleza (CE) contou com 4 mil pessoas (Mídia NINJA)

Brasília – A onda de protestos que tomou o país nas últimas semanas continua neste domingo (23), e agora muitos manifestantes se mobilizam para discutir propostas e garantir a eficácia do movimento. Em Fortaleza, onde haverá jogo da Copa das Confederações entre as seleções da Nigéria e da Espanha, um grupo está reunido desde a manhã na 1ª Assembleia Geral de Movimentos de Protesto.

Leia também:

Agenda do país mudou e autoridades precisam se adequar, analisa pesquisador

Protesto contra a PEC 37 na capital paulista reúne 30 mil pessoas

Psicólogos e movimentos sociais protestam contra Projeto da “Cura Gay”

De acordo com informações postadas na página da assembleia em uma rede social, o evento foi convocado para debater questões de representatividade e as causas que serão defendidas a partir de agora. Após os debates, o grupo também convoca para novo protesto rumo à Arena Castelão, onde haverá jogo a partir das 16h.

“É muito confuso, tem muita gente diferente, pouca gente que tem experiência com movimentos organizados. Mas acredito que só o debate em si já é um ponto muito positivo”, avalia Rodrigo Santaella, uma das lideranças do movimento que, segundo ele, reuniu 1,5 mil pessoas nesta manhã. Ele informa que não havia policiais reprimindo os debates de hoje, e que um novo protesto está sendo organizado para a próxima quinta-feira (27), quando haverá novo jogo do Brasil, para discutir temas como saúde e moradia.

De acordo com o porta-voz da Comunicação da Polícia Militar do Ceará, tenente-coronel Fernando Albano, a corporação ainda não foi informada de protestos nas proximidades do estádio nesta tarde. “Mas o policiamento é mantido do mesmo jeito para todos os jogos, da mesma forma que houve para o jogo do Brasil”.

Segundo o oficial, a PM manterá 2,2 mil homens nas ruas – somado todo o efetivo de segurança, são 6,1 mil – que realizarão cordão de isolamento entre dois e três quilômetros do estádio. “Haverá todo o planejamento, tem tropa de choque, policiamento ostensivo e turístico para o estádio”. Ele informa que os policiais estão preparados para agir com bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo, além de balas de borracha, caso haja depredações e os protestos se tornem violentos. “O comandante vai avaliar a situação e decidir na hora”, resume.

No Recife, que receberá o jogo entre as seleções do Uruguai e do Taiti, a partir das 16h, o representante da assessoria de Comunicação da Polícia Militar de Pernambuco, capitão Marcello Mascarenhas, informa que não há previsão de protestos nesta tarde. Ele não divulgou o efetivo policial que sairá às ruas. “Estamos prontos todos os dias, e colocamos de acordo com a necessidade”.

Segundo o oficial, os protestos na capital pernambucana vêm ocorrendo com tranquilidade em sua maioria, sem demandar emprego de força policial mais ostensiva. “Mas estamos prontos caso seja necessário”, alerta. Para coibir situações de violência, a Secretária de Defesa Social de Pernambuco lançou uma campanha pedindo aos manifestantes que enviem vídeos e fotos de agressões e depredações. O órgão informa que as imagens serão encaminhadas à Polícia Civil e que os autores serão mantidos em anonimato.

Em Brasília, está prevista para hoje a Grande Assembleia dos Povos do Distrito Federal, a partir das 14h. Os organizadores querem promover o diálogo entre os diversos movimentos e manifestantes para apresentar propostas concretas de reivindicações. “Desta vez, iremos propor um programa ao invés de denunciar”, diz a página do evento em uma rede social.

Em São Paulo, estão programadas três atividades do Movimento Passe Livre (MPL) para esclarecer detalhes sobre a organização. Em São Bernardo, localizada na Grande São Paulo, está sendo convocada concentração no Paço Municipal para protestar contra a má qualidade dos transportes.

No Rio de Janeiro, é esperada nova manifestação a partir das 16h em Copacabana para protestar contra a Proposta de Emenda à Constituição 37 (PEC 37), que impede o Ministério Público de realizar investigações criminais. Pela manhã, houve protesto de mães e crianças no Aterro do Flamengo, enquanto manifestantes continuam concentrados peto da casa do governador Sérgio Cabral, no Leblon, pelo terceiro dia consecutivo.

* Colaboraram Camila Maciel (SP) e Cristina Índio do Brasil (RJ)

Edição: Fernando Fraga

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário