Digite sua busca e aperte enter


Em Brasília-DF, a Polícia Militar dispara bombas de gás lacrimogêneo nas ruas para dispersar os manifestantes

Imagem:

Compartilhar:

EBC divulga nota de repúdio por agressão a repórter da Agência Brasil

Criado em 07/09/13 20h00 e atualizado em 07/09/13 20h05
Por Agência Brasil Edição:Graça Adjuto

Brasília - A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) repudia a agressão sofrida pelo repórter Luciano Nascimento, da Agência Brasil, por integrantes da Polícia Militar do Distrito Federal, na tarde deste sábado (7), durante a cobertura das manifestações ocorridas em Brasília neste 7 de Setembro.

No Setor Hoteleiro Sul, o repórter testemunhou policiais da Tropa de Choque atirarem uma bomba de gás lacrimogêneo contra a cabeça de um manifestante. Ao tentar apurar o ocorrido, mesmo se identificando, ele foi agredido por três policiais com spray de pimenta e empurrões.

O governo do Distrito Federal (GDF), por meio da assessoria de comunicação, informou que vai solicitar a instauração de uma sindicância para apurar os fatos. Informou também que a instrução do governo é para que a polícia não cometa excessos ao exercer suas prerrogativas de manter a ordem.

O jornalista esteve na 5ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal e registrou um boletim de ocorrência.

Edição: Graça Adjuto

 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário