Digite sua busca e aperte enter


Greve de professores no Rio

Imagem:

Compartilhar:

Sindicato recorre contra liminar que ordena suspensão da greve de profissionais de educação

Criado em 09/09/13 19h08 e atualizado em 09/09/13 20h29
Por Da Agência Brasil Edição:Carolina Pimentel

Rio de Janeiro – O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe) entrou com recurso hoje (9) contra a liminar que ordena a suspensão da greve nas redes de ensino municipal do Rio e estadual. O sindicato ingressou com o recurso nesta segunda-feira, e não antes, devido à manutenção do sistema operacional do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

A coordenadora do Sepe, Marta Moraes, disse que o sindicato preferiu aguardar a publicação da liminar para ingressar com o pedido de recurso. “Só entramos com recurso após a publicação. Por um problema no sistema deles [tribunal], isto não ocorreu antes. Já entramos com o recurso contra a liminar que pede a suspensão da greve estadual e municipal”, explicou.

Leia mais:

Professores da rede municipal do Rio decidem continuar em greve

Segundo o TJ-RJ, o sistema ainda apresenta instabilidade, mas desde o início do dia reparos estão sendo feitos na rede para normalizar a situação. Na última segunda-feira (2), o desembargador Antônio Eduardo Ferreira Duarte, do Órgão Especial do tribunal, determinou a suspensão da greve da rede municipal de ensino, sob pena de pagamento de multa de R$ 200 mil por dia em caso de descumprimento. Já na quarta-feira (4), a Justiça ordenou a suspensão da greve estadual, sob pena de multa diária de R$ 300 mil.

Uma assembleia para decidir os rumos da paralisação no município está marcada para amanhã (10), às 14h, no Clube Municipal, na Tijuca. Na quarta-feira (11), ocorre a assembleia dos profissionais de educação do estado, às 14h, no mesmo local. Os profissionais municipais e estaduais estão em greve há 32 dias.

Edição: Carolina Pimentel

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade