Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Identificados mortos em acidente aéreo na região metropolitana do Rio

Criado em 21/10/13 20h34 e atualizado em 21/10/13 21h02
Por Douglas Corrêa Edição:Fábio Massalli Fonte:Agência Brasil

Rio de Janeiro - Os dois mortos no acidente com o monomotor Tupi prefixo PT-RKD, que caiu no final da tarde de hoje (21) na Lagoa do Marine, na localidade de São José de Imbassaí, distrito de Maricá, na região metropolitana do Rio foram identificados. São eles: o juiz de direito, Carlos Alfredo Flores da Cunha, de 48 anos e Adelmo Louzada de Souza. O avião saiu do Aeroporto de Jacarepaguá, na zona oeste da capital, e caiu a aproximamente 8 quilômetros do centro de Maricá, onde fica localizado o aeroporto da cidade.

Os mergulhadores do Rio chegaram a ser acionados, mas o pedido foi logo desfeito, porque o aeroporto informou que o monomotor decolou com apenas dois tripulantes. O major Wendell Carlos, comandante do quartel de Maricá, disse que no trecho onde o avião caiu, a profundidade é inferior a 2 metros e, se houvesse outro tripulante preso nas ferragens, "ele seria facilmente resgatado pelas equipes que estavam no local".

A prefeitura da cidade informou, em nota, que a pista do aeroporto municipal continua aberta, não tendo até o momento qualquer ação por parte do poder público de solicitar à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) o seu fechamento. A medida técnica é atribuição exclusiva da agência e a secretaria municipal de Desenvolvimento Social, a quem o aeroporto é vinculado, "ainda não tomou qualquer iniciativa nesse sentido, justamente por considerar a necessidade de um eventual pouso de emergência. A pista vem sendo utilizada normalmente por aeronaves em instrução não baseadas no local".

O complexo aeroportuário encontra-se com suas atividades técnicas e administrativas encerradas desde o dia 11 de setembro, quando outro avião caiu sobre uma casa no centro da cidade. No acidente - cujas causas ainda estão sendo investigadas - o piloto morreu e o aluno em instrução ficou ferido. Horas depois da queda, "a prefeitura de Maricá decretou o encerramento de todas as atividades no local, especialmente as exercidas irregularmente por um grupo de empresas cujos alvarás de funcionamento tinham sido cancelados há mais de um ano. A medida foi considerada correta pela Justiça, que manteve a medida em vigor e endossada pela fiscalização da própria Anac".

Edição: Fábio Massalli

 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário