Digite sua busca e aperte enter


Baía de Guanabara, Rio de Janeiro - RJ

Imagem:

Compartilhar:

Comlurb retira quatro toneladas de peixes mortos da Baía de Guanabara

Criado em 05/11/14 18h06
Por Da Agência Brasil Edição:Armando Cardoso Fonte:Agência Brasil

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) realizou hoje (5) uma nova ação de retirada de peixes mortos da Baía de Guanabara. Empregados da companhia retiraram aproximadamente quatro toneladas das praias da Ilha de Paquetá e Ilha do Governador, zona norte do Rio. Conforme a assessoria da Comlurb, desde a última sexta-feira (31) já foram removidas 20 toneladas de savelhas e sardinhas.

Os garis utilizam ancinhos, pá mecânica e cestos para retirar areia e peixes do espelho d'água. A companhia informou que o serviço será contínuo até cessar a mortandade.

Veja também no Portal EBC:

Agentes fazem operação na Baía de Guanabara contra pesca predatória

Relatório da ONU conclui que nações precisam agir imediatamente para frear aquecimento global

China faz restrições a circulação de carros durante cúpula econômica

A morte de peixes na Baía de Guanabara vem ocorrendo faz duas semanas. A Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) monitorou a área para avaliar a presença de substâncias tóxicas ou falta de oxigênio nas águas. Os testes indicaram que a água está em boas condições e que esses fatores não são a causa da morte dos peixes.

Além do monitoramento, policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais (Cicca) realizaram a Operação Defeso na Baía de Guanabara, que teve por objetivo o combate à pesca ilegal da sardinha.

Agentes da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) também estiveram hoje no local, orientando e ouvindo pescadores.

Editor: Armando Cardoso

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade