Digite sua busca e aperte enter


Notas e moedas de Reais

Imagem:

Compartilhar:

Prévia da inflação sobe menos em maio, freada pelos alimentos

Criado em 22/05/13 09h48 e atualizado em 22/05/13 14h50
Por Vinícius Lisboa Edição:Denise Griesinger Fonte:Agência Brasil

Rio de Janeiro – A prévia do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) registrou variação de 0,46%, inferior à variação do índice de abril deste ano e de maio de 2012, ambas de 0,51%. Divulgado hoje (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IPCA-15 mediu a variação de preços de 13 de abril a 14 de maio, comparando-os com os 30 dias anteriores.

Com a redução, caiu o índice acumulado nos últimos doze meses, que era 6,51% em abril e passou para 6,46% em maio. A variação acumulada no ano, no entanto, é 3,06%, superior aos 2,39% do mesmo período do ano passado.

Foi registrada queda na variação dos alimentos, que havia subido 1% em abril e desacelerou para 0,47% em maio. Alguns componentes desse grupo tiveram reduções acentuadas de preços, como o tomate (-12,42%) e o açúcar refinado (-6,46%). Já o feijão carioca subiu 10,13%, seguido pela cebola (5,63%) e a batata inglesa (5,45%).

Confira matéria da Radioagência Nacional:

A variação do preço dos transportes também recuou de -0,01% para -0,03%. O maior impacto sobre o índice, no entanto, coube ao grupo saúde e cuidados pessoais, que havia variado 0,63% no IPCA-15 de abril e subiu para 1,30%, puxado pela alta dos remédios.

A inflação nos medicamentos foi de 2,94% em maio, o triplo da registrada em abril, 0,93%. O motivo apontado pelo IBGE foi o reajuste vigente desde 4 de abril, que elevou em até 6,31% o preço dos remédios. No ano, o subgrupo acumula alta de 4,18%.

A variação de preços também subiu nos grupos habitação, de 0,68% em abril para 0,72% em maio; vestuário, de 0,44% para 0,76%; e comunicação, de -0,09% para -0,06%.

Edição: Denise Griesinger

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade