Digite sua busca e aperte enter


Marina Silva é candidata à Presidência pelo PSB

Imagem:

Compartilhar:

Marina Silva assume legado de Eduardo Campos e disputa a Presidência pelo PSB

Criado em 20/08/14 13h03 e atualizado em 16/09/14 13h07
Por Portal EBC

Marina Silva é candidata à Presidência pelo PSB
Marina começou a vida política ao lado de Chico Mendes – um dos mais influentes ambientalistas de sua época(Reprodução/Roda Viva)

O PSB anunciou nesta quarta-feira (20) o nome de Marina Silva como substituta oficial de Eduardo Campos (PSB) – morto em queda de jato particular, no último dia 13, em Santos (SP) – na corrida eleitoral pela Presidência da República. Para tanto, Marina se comprometeu com o PSB e com a coligação composta por PHS / PRP / PPS / PPL / PSL a manter as diretrizes do plano de governo, bem como as alianças estaduais definidas em conjunto com Eduardo Campos. A candidatura de Marina conta com o apoio da viúva Renata Campos e de Antônio Campos, irmão de Eduardo.

Confira cobertura completa das eleições 2014 no Portal EBC

Beto Albuquerque confirma que será vice de Marina Silva

Esta será a segunda vez que Marina concorre ao cargo de presidente da República. Em 2010, então filiada ao Partido Verde (PV), ela também participou do pleito ao Planalto, chegando ao terceiro lugar com 19.636.359 votos, o equivalente a 19,33%. Marina era candidata a vice de Eduardo Campos este ano. 

Natural da capital Rio Branco, no Acre, Maria Osmarina Marina da Silva Vaz de Lima nasceu em 1958 e passou a infância e parte da adolescência em um seringal no Acre. Marina foi alfabetizada aos 16 anos e, dez anos depois, se formou em História, pela Universidade Federal do Acre. A candidata também é pós-graduada em Teoria Psicanalítica pela Universidade de Brasília e em Psicopedagogia pela Universidade Católica de Brasília.

Marina começou a vida política ao lado de Chico Mendes – um dos mais influentes ambientalistas de sua época – e, na década de 1980,  participou da fundação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Acre. Filiada ao PT, concorreu pela primeira vez a um cargo público em 1986, disputando vaga de deputada federal. Não venceu. Dois anos depois, foi eleita vereadora em Rio Branco. Em 1990, tornou-se deputada estadual do Acre. Já em 1994, tornou-se senadora pelo mesmo estado, sendo reeleita em 2002. Durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, foi nomeada ministra do Meio Ambiente, permanecendo no cargo até 2008.

Em 2009, deixou o PT e filiou-se ao Partido Verde (PV). Já em 2011, saiu da legenda para criar um partido, o Rede Sustentabilidade. A sigla foi lançada em 2013, mas não conseguiu o número de assinaturas suficientes exigido pela Justiça Eleitoral para ser aprovado para as eleições de 2014. Desta forma, Marina e alguns apoiadores migraram para o PSB a fim de participar do processo eleitoral deste ano. No comando da coligação "Unidos pelo Brasil", Marina defende a transição para a economia de baixo carbono, a redução das desigualdades sociais e a incorporação da inovação tecnológica aos processos produtivos.

O programa de governo do PSB pretende, ainda, construir um modelo de desenvolvimento para o país “mais humano, justo, solidário com as pessoas e com o planeta, com as atuais e com as futuras gerações” e “profundamente comprometido com a democracia e com a sustentabilidade”. Se eleita, a coligação promete também promover a integração do transporte urbano,  priorizando investimentos no transporte coletivo em diferentes modais. “Enfrenta-se, desse modo, a poluição ambiental que é um dos principais problemas urbanos”, diz trecho do programa de governo.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário

Publicidade