Digite sua busca e aperte enter


Hélder Barbalho (PMDB) e Simão Jatene (PSDB)

Imagem:

Compartilhar:

Eleição no Pará terá segundo turno entre Hélder Barbalho (PMDB) e Simão Jatene (PSDB)

Criado em 05/10/14 22h48 e atualizado em 05/01/15 09h23
Por Portal EBC

A disputa em 2° turno para o governo do Pará foi definido entre Hélder Barbalho (PMDB) e Simão Jatene (PSDB). Barbalho registrou 1.795.992 votos, 49,88% dos total das urnas apuradas e Jatene 1.745.442 votos, 48,48%. Os votos brancos somam 3,31% e os nulos 8,71%.

Zé Carlos (PV) somou 1,23% dos votos (44.247) e Elton Braga (PRTB), 0,41% (14.712). Para o Senado, foi eleito Paulo Rocha (PT) com 46,30%, seguido de Jefferson Lima (PP) com 21,92%.

O Pará, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), tem cerca de 8 milhões de habitantes. Deste total, 50,4% são homens e 49,6%, mulheres. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 35,243% dos eleitores (1,8 milhão) têm ensino fundamental incompleto; 2,8% (145,3 mil), curso superior completo e 7,38% (383 mil ) são analfabetos.

Confira os perfis dos candidatos que irão para o 2º turno no Pará

Simão Jatene (PSDB): Atual governador que aos 65 anos concorre pela coligação "Juntos com o Povo" (PSDB / PSD / PSB / PP / SD / PRB / PSC / PTB / PPS / PEN / PMN / PTC / PSDC / PT do B / PRP). Economista, ele tenta se eleger pela terceira vez no cargo. A primeira foi entre 2003 e 2006. Na atual campanha pela reeleição, fixou em R$ 18 milhões o limite de gastos. Tem como vice Zequinha Marinho (PSC).

Hélder Barbalho (PMDB): é o candidato da coligação "Todos pelo Pará" – PMDB / PT / DEM / PR / PDT / PROS / PHS / PC do B / PSL / PPL / PTN. Seu vice é  Lira Maia (DEM). Formado em administração, ele é filho de Jader Barbalho, tradicional político do estado. Aos 35 anos tenta, pela primeira vez, ser governador. O primeiro cargo eletivo foi em 2000, quando se elegeu vereador pelo município de Ananindeua. Em 2002, elegeu-se deputado estadual e, em 2005, aos 25 anos, tornou-se prefeito da mesma cidade – sendo reeleito em 2009. O limite de gastos registrado para a campanha é R$ 20 milhões.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário