Digite sua busca e aperte enter


Delcídio e Azambujo disputam segundo turno no Mato Grosso do Sul

Imagem:

Compartilhar:

Delcídio e Azambuja disputam 2º turno no Mato Grosso do Sul

Criado em 05/10/14 19h12 e atualizado em 05/01/15 09h26
Por Portal EBC

Com100% de apuração dos votos, ficou definida a disputa em 2° turno para o governo do Mato Grosso do Sul entre Delcídio do Amaral (PT) com 567.331 (42,92%)  e Reinaldo Azambuja (PSDB) 516.744 (39,09%) dos total das urnas apuradas.

Nelson Trad (PMDB) obteve 217.093 (16,42%) dos votos, Evander Vendramini (PP) 10.823 (0,82%), Sidelvar Melo (PSOL) 7.823 (0,59%) e Marco Antonio Monje (PSTU) 2.035 (0,15%). Foram registradas 373.191 (20,53%) de abstenções, votos em branco 62.041 (4,30%), votos nulos 60.430 (4,18%).

O estado tem aproximadamente 1,82 milhão de pessoas aptas a votar, que representam 1,27% do total de eleitores do país. Desse total, apenas 5% têm curso superior completo e 34%, o ensino fundamental incompleto. Os analfabetos são 4,3% dos eleitores.

Perfil dos dois candidatos que vão para o 2° turno

Delcídio do Amaral (PT): O senador tem 59 anos, concorre pela coligação "Mato Grosso do Sul com a Força de Todos", formada por PDT, PSL, PR, PSDC, PV, PROS, PC do B, PTB, PTC, PPL, PRP, além do PT. Eleito senador em 2002 e reeleito em 2010, Delcídio é formado em engenharia elétrica e já foi ministro de Minas e Energia, em 1994, além de ter atuado na diretoria de Gás e Energia da Petrobras e na empresa Shell na Holanda. Foi secretário de Infraestrutura e Habitação de Mato Grosso do Sul em 2001. O vice é Londres Machado (PR).

Reinaldo Azambuja (PSDB): O deputado federal de 51 anos concorre pela coligação "Novo Tempo", que tem o apoio do DEM, PSD, SD, PPS e PMN. Pecuarista, Azambuja foi prefeito de Maracaju, no interior do estado, por duas vezes, em 1996 e 2000. Em 2006, foi eleito deputado estadual e, em 2010, deputado federal. Ficou conhecido em sua gestão como prefeito por completar o asfaltamento da cidade, de 41 mil habitantes, e deixá-la como a 5ª maior do estado em PIB, sete posições à frente do que quando assumiu a prefeitura. A vice é professora Rose (PSDB).

Senado

Simone Tebet foi eleita senadora pelo Mato Grosso do Sul (PMDB) com 640.336 (52,61%) dos votos.O segundo candidato mais votado foi Ricardo Ayache (PSDC) 281.022 (23,09%), seguido por Alcides Bernal (PP)  com 204.262  (16,78%).

Congresso: confira os deputados federais eleitos pelo MS

Zeca (PT) 160.556 (12,57%)

Marun (PMDB) 91.816 (7,19%)

Geraldo Resende (PMDB) 87.546 (6,86%)

Tereza Cristina (PSB) 75.149 (5,89%)

Vander Loubet (PT) 69504 (5,44%)

Mandetta (DEM) 57.374 (4,49%)

Marcio Monteiro (PSDB) 56.441 (4,42%)

Dagoberto Nogueira (PROS) 54.813 (4,29%)

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário