Digite sua busca e aperte enter


Ativistas de apoio a descriminalização do aborto fazem uma performance com seus corpos pintados na frente do Palácio Legislativo, em Montevidéu, Uruguai

Imagem:

Compartilhar:

Uruguai descriminaliza o aborto

Criado em 17/10/12 15h35 e atualizado em 17/10/12 16h19
Por Télam

José Pepe Mujica
José Mujica diz que não vetará a lei, que segue para regulamentação (Roberto Stuckert Filho/PR)

O senado uruguaio sancionou nesta quarta-feira (17), a lei que descriminaliza o aborto durante as 12 primeiras semanas de gestação e sob certas condições, o que converte o país no segundo a América Latina em permitir o aborto, depois de Cuba.

Leia também:

Lei que descriminaliza o aborto gera polêmica no Uruguai

A iniciativa foi aprovada com 17 votos contra 31. A maioria se constituiu com 16 senadores do partido governista Frente Ampla, mais o senador Jorge Saravia, ex integrante do governo que integra o Partido Nacional.

A norma chegou ao Senado após aprovação na Câmara dos Deputados em 25 de setembro passado, em uma vitória apertada de 50 votos a favor e 49 contra.
O presidente José Mujica anunciou que não vetará a lei, que entre agora em processo de regulamentação. Uma lei similar foi aprovado pelo Congresso uruguaio, mas foi vetado pelo então presidente Tabaré Vázquez, em 14 de novembro de 2008.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário