Digite sua busca e aperte enter


Acampamento de refugiados sírios na Turquia

Imagem:

Compartilhar:

ONU: Número de refugiados sírios chega a 600 mil

Criado em 11/01/13 16h43 e atualizado em 11/01/13 17h08
Por Portal EBC*

Refugiados sírios na Turquia
Acampamento de refugiados sírios na Turquia (Syria Freedom/Creative Commons)

Genebra, 11 jan (Lusa) – O número de refugiados sírios registrados nos países do norte de África é de 600.000 pessoas, anunciou hoje, em Genebra, o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur). Segundo dados da organização, no último mês 100 mil pessoas deixaram a Síria e refugiaram-se em países vizinhos.

Segundo a agência da ONU, 612.134 sírios foram registrados como refugiados nos países vizinhos da Síria, contra os 509.550 contabilizados em 11 de dezembro. “Este é um forte aumento”, declarou o porta-voz do Acnur, Adrian Edwards, à imprensa em Genebra. “Muitos refugiados que estão ou não nos campos de refugidos são confrontados com o frio e a humidade”, acrescentou. A região do Oriente Médio sofre um dos piores invernos dos últimos 20 anos, com neve abundante e temperaturas abaixo de zero.

Diáspora

Segundo o governo da Jordânia,  280.000 mil sírios entraram no país nos últimos 22 meses, dos quais 176.569 foram registrados pelas

Refugiados da Síria
Refugiados Sírios em acampamento montado no Líbano (Freedom House/Creative Commons)

autoridades de Ammán ou são ajudados por funcionários da Acnur. O porta-voz da Organização Internacional das Migrações (OIM), Jean Philip Chauzy, revelou que a entidade proporcionou ajuda a 70 mil sírios que cruzaram a fronteira com a Jordânia.

Cerca de 200 mil refugiados foram registrados no Líbano, 153.163 na Turquia, 69.282 no Iraque, 13.292 no Egito e 5.059 em outros países do norte de África. Adrian Edwards sublinhou ainda que durante a primeira semana de 2013 houve “um forte aumento de entradas na Jordânia, onde mais de 1.100 sírios atravessaram a fronteira todos os dias”. “Muitos deles chegaram a pé, muitos descalços, com as roupas cobertas de lama e neve”, declarou.

Refugiados sírios na Turquia
Acampamentos de refugiados Sírios na Turquia (Syria Freedom/Creative Commons)

Hoje, em Genebra, o enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Lakhdar Brahimi, reuniu-se com altos responsáveis russos e norte-americanos para procurar uma solução política para o conflito sírio, que dura há 22 meses e já causou a morte de mais de 60.000 pessoas, segundo as Nações Unidas.
A ONU acredita que o número de refugiados pode aumentar para 1,1 milhões até junho, se a guerra civil não for travada.

Preconceito

Em Beirut, mais de 200 intelectuais libaneses condenaram hoje, em manifesto, comentários considerados racistas de alguns políticos do páis contra os refugiados sírios e palestinos. "Pedir o regresso dos refugiados a suas casas equivale a enviá-los a uma morte segura", argumentaram os intelectuais no manifesto publicado no Facebook.

Mia Farrow

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) informou que a artiz norte-americana Mia Farrow, uma de suas embaixadoras da boa vontade, visitará na próxima semana os refugiados sírios no Líbano. Farrow "fará um chamado para ajuda internacional adicional, dado que as necessidades e o número de pessoas que seguem saindo da Síria continua aumentando", disse a organização.

* Com informações das agências públicas de notícias da Argentina, Télam e de Portugal, Lusa

 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário