Digite sua busca e aperte enter


Brasília – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem ouve o jornalista britânico Glenn Greenwald e o companheiro dele, o brasileiro David Miranda, sobre as denúncias de espionagem do governo dos Estados Unidos no Brasil.

Imagem:

Compartilhar:

CPI da Espionagem vai receber depoimento de Glenn Greenwald e David Miranda

Criado em 10/09/13 18h06 e atualizado em 09/10/13 19h20
Por Mariana Jungmann Edição:Beto Coura Fonte:Agência Brasil

CPI da Espionagem ouve o jornalista Glenn Greenwald
Brasília – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem ouve o jornalista britânico Glenn Greenwald e o companheiro dele, o brasileiro David Miranda, sobre as denúncias de espionagem do governo dos Estados Unidos no Brasil. (Elza Fiúza / Agência Brasil)

Brasília – O jornalista britânico Glenn Greenwald e o seu companheiro David Miranda serão os primeiros depoentes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem. A expectativa dos membros da comissão, que aprovaram hoje o plano de trabalho, é que os dois sejam ouvidos na próxima semana.

Leia também: Entenda o caso Edward Snowden

Glenn é o responsável pelas denúncias de que a agência americana de Segurança Nacional (NSA) tem espionado as comunicações de internet no Brasil, inclusive as correspondências online da presidenta Dilma Rousseff e a rede de computadores da Petrobras. O jornalista escreve as matérias com base em documentos vazados pelo ex-agente da NSA, Edward Snowden.

Depois do jornalista e de seu companheiro, que foi retido por mais de 8 horas em Londres, e teve seu computador apreendido pelas autoridades inglesas, a CPI pretende ouvir autoridades brasileiras. Foram aprovados convites para a presidente da Petrobras, Graça Foster, a diretora da Agência Nacional de Petróleo, Magda Chambriad, e um especialista em segurança eletrônica, que será escolhido.

Serão convidados também os ministros das Comunicações, Paulo Bernardo; da Justiça, José Eduardo Cardozo; da Defesa, Celso Amorim; de Relações Exteriores, Luiz Figueiredo; e do Gabinete de Segurança Institucional, José Elito. Nenhum dos convidados é obrigado a comparecer.

A CPI foi instalada na semana passada e elegeu a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) como presidenta, o senador Pedro Taques (PDT-MT), como vice, e o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), como relator. Na primeira reunião, os membros da comissão pediram proteção da Polícia Federal para Glenn Greenwald e David Miranda.

Edição: Beto Coura

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário