Digite sua busca e aperte enter


Tumulto e longas filas no último dia de funeral do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela. Segundo estimativa de autoridades locais, mais de 20 mil pessoas são esperadas hoje (13)

Imagem:

Compartilhar:

Longas filas não desanimam africanos na despedida de Mandela

Criado em 13/12/13 11h16 e atualizado em 13/12/13 14h56
Por Danilo Macedo* Edição:José Romildo Fonte:Agência Brasil

Pretória -  Johannes Joodt, de 54 anos, disse que entrou na fila ontem às 9h30, mas não conseguiu chegar até o corpo. Hoje, chegou às 6h30, com um pôster de Mandela, para dar o adeus ao líder sul-africano. "Preciso falar descanse em paz no meu coração, Madiba", disse à Agência Brasil.

A estimativa das autoridades sul-africanas é que cerca de 60 mil pessoas tenham visitado o caixão com o corpo de Nelson Mandela até o fim do dia de hoje (13). A visitação pública teve início na quarta-feira, no Union Buildings, o palácio do governo. Para não perder a oportunidade, muitas pessoas madrugaram para enfrentar cedo a fila quilométrica até chegar aos restos mortais do ícone da luta contra o apartheid.

Veja mais notícias sobre a morte de Nelson Mandela no Portal EBC

Com vestes simples, pano na cabeça e garrafa de líquido para aguentar o calor, Catherine Muná trouxe as duas filhas para a despedida. Às 13h do horário local (9h do horário de Brasília), ela estava feliz por ter cumprido sua missão. "Vá e descanse em paz, Madiba", disse ela ao passar ao lado do caixão, chamando Mandela por um de seus apelidos carinhosos, relacionado ao clã de sua família.

Zahra Hassan, natural do Sudão do Sul e residente em Pretória, onde trabalha na embaixada de seu pais, fez hoje a terceira tentativa para ver Mandela pela última vez. Com receio de não ter sucesso mais uma vez, hoje ela veio com o passe VIP, fornecido pela embaixada.

Infelizmente, mesmo enfrentando horas de filas, é provável que nem todos que estejam firmes esperando consigam se despedir e agradecer Mandela ao lado de seu caixão. Assim como nos dias anteriores, o funeral deve ser encerrado por volta das 17h30.

Depois, o caixão poderá ser visto apenas amanhã, a mais de 900 quilômetros de Pretória, no caminho que fará do aeroporto próximo ao vilarejo de Qunu, onde Mandela nasceu e passou sua infância, até o local onde será enterrado.

Confira a galeria de imagens:

Enviado especial à África do Sul // Edição: José Romildo

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário