Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Decisão que garante casamento gay reafirma igualdade, diz Obama

Criado em 26/06/15 19h02
Por Leandra Felipe Edição:Maria Claudia Fonte:Agência Brasil

Após a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos, proferida hoje (26), que garante o direito do casamento gay para casais homossexuais, o presidente Barack Obama disse que a mudança ressalta a igualdade dos norte-americanos. "Quando todos os americanos são tratados como iguais, nós todos somos mais livres", disse, em um discurso na Casa Branca.

União civil e casamento homoafetivo: entenda a diferença

A decisão apertada da Suprema Corte, por cinco votos a quatro, estabeleceu garantias constitucionais da proteção igualitária ao matrimônio entre pessoas do mesmo sexo. A partir de agora, os tribunais estaduais não podem mais proibir casamentos entre homossexuais. Todos os 50 estados devem obedecer a lei.

Um dos juízes mais conservadores segundo a imprensa norte-americana, Anthony Kennedy, escreveu em nome da corte que a decisão é uma esperança para os homossexuais que querem se casar. “As pessoas que querem uma união com o mesmo sexo, já não serão condenadas a viver na solidão, excluídas das mais antigas instituições de nossa civilização. Elas pedem a mesma dignidade aos olhos da lei. A Constituição lhes garante esse direito”.

Kennedy votou com os quatro juízes liberais a favor e garantiu que a lei fosse alterada. Do lado de fora da Suprema Corte, manifestações favoráveis e contra a decisão aconteceram durante e após o anúncio da sentença.

A mudança também garante que casamentos celebrados em estados que permitiam o casamento possam ter valor legal nos estados que proibiam.

Antes de se pronunciar na Casa Branca, Barack Obama comentou a decisão em sua conta no Twitter e no Facebook. “Hoje damos um grande passo na busca da igualdade. Agora os casais do mesmo sexo podem se casar”. Ele usou a hashtag #lovewon (o amor ganhou) no Twitter e postou uma foto em seu perfil no Facebook. Milhares de usuários compartilharam a mensagem de Obama.

 

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade