X

Digite sua busca e aperte enter


IBGE reconhece novo tipo de vegetação em Mato Grosso

Imagem:

Compartilhar:

FAO: emissões de carbono das florestas diminuíram 25% entre 2001 e 2015

Criado em 23/03/15 10h33 e atualizado em 23/03/15 10h38
Por Edgard Júnior Fonte:Rádio ONU

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que as emissões de carbono caíram 25% no mundo entre 2001 e 2015.

A agência da ONU disse que só o Brasil foi responsável por metade dessa queda.

Emissões CO2

A FAO informou que o resultado foi alcançado devido ao melhor manejo das florestas e a redução do desmatamento.

Creative Commons - CC BY 3.0 - FAO: emissões de carbono das florestas diminuíram 25% entre 2001 e 2015

Segundo a organização, as emissões globais de dióxido de carbono causadas pelo desmatamento das florestas caíram de 3,9 gigatoneladas para 2,9 gigatoneladas por ano desde 2001.

Os especialistas explicam que o desmatamento é definido como uma mudança no uso da terra, que passa de floresta para outros tipos, como agricultura ou pasto.

O diretor-geral da agência, José Graziano da Silva, afirmou que "é encorajador ver a redução do desmatamento em países de todas as regiões do mundo, como Brasil, China, Cabo Verde, Filipinas, República da Coreia e Turquia".

Ele pediu que essas nações compartilhem suas experiências com outros países através do programa de cooperação Sul-Sul.

O chefe da FAO disse também que "as florestas são cruciais para o equilíbrio de carbono no planeta e absorvem 75% a mais de CO2 do que o existente na atmosfera.

Desmatamento e Degradação

Graziano da Silva afirmou que o desmatamento e a degradação das florestas aumentam a concentração dos gases que causam o efeito estufa e as árvores absorvem o dióxido de carbono, principal gás responsável pelo aquecimento do planeta.

Ao mesmo tempo a FAO declarou que as emissões causadas pela degradação das florestas aumentaram entre 1990 e 2015, chegando a 1 gigatonelada de CO2 por ano.

A degradação das florestas é causada pela perda em três densidades de biomassa, que podem ter influência humana ou causas naturais, como a ação de madeireiras, incêndios ou a queda de árvores devido à força do vento.

Os dados divulgados agora servem para marcar o Dia Internacional das Florestas, celebrado sábado, 21 de março.

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário